PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Delegação do Fluminense retorna ao Rio e atletas ganham folga

7 mai 2021 17h29
| atualizado às 17h29
ver comentários
Publicidade

O Fluminense enfrentou uma desgastante viagem para disputar a terceira rodada da Libertadores. A delegação Tricolor desembarcou no aeroporto do Galeão na manhã desta sexta-feira com o sentimento de missão cumprida, apesar do empate fora de casa.

O grupo embarcou para a Colômbia na última terça-feira, rumo a Barranquilla, onde estava programada a partida do dia seguinte contra o Atletico Junior. Devido à instabilidade social vivida pelo país vizinho, a Conmebol transferiu o confronto para Guayaquil, no Equador. Além disso, o jogo foi adiado para a noite de quinta-feira.

O empate em 1 a 1 foi o suficiente para manter o Fluminense na liderança do grupo D, mas o técnico Roger Machado admite que o desgaste prejudicou a equipe.

"Penso que sempre tem um prejuízo. Nós chegamos na madrugada no dia do jogo, pudemos descansar toda a manhã e parte da tarde, mas essa logística sempre gera um desgaste, senão físico, emocional até em função das incertezas. Mas se houve algum prejuízo, a gente conseguiu sobrepor", disse o treinador após o jogo.

Entretanto, diante das circunstâncias, Roger acredita que o Tricolor deu um passo importante para a classificação.

"A dificuldade da logística, a mudança, o nosso grande adversário, que sabia que era um jogo muito importante porque, com um ponto, precisava se recuperar na competição. Nós fizemos um grande jogo e estamos levando um ponto importante para o Brasil apesar de todos os transtornos", completou.

Os jogadores que participaram da viagem receberam o dia de folga e se reapresentam neste sábado. No dia seguinte, o Fluminense enfrenta a Portuguesa pela segunda partida da semifinal do Campeonato Carioca. Precisando de um empate para ir à final, Roger deve escalar uma equipe alternativa no Maracanã.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade