PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Com proposta do Fluminense, Felipe Melo pode oferecer versatilidade e liderança ao elenco tricolor

Jogador atua como volante e zagueiro, e foi um dos líderes da equipe do Palmeiras em conquistas. Lesões e idade preocupam parte da torcida

4 dez 2021 07h15
| atualizado às 07h15
ver comentários
Publicidade

Nesta semana, o Fluminense iniciou as negociações para os reforços da próxima temporada. Entre os candidatos a vestirem a camisa tricolor, Felipe Melo chama a atenção. Na última quinta, o clube encaminhou uma proposta ao volante de 38 anos, que está com o contrato perto do fim com o Palmeiras. Bicampeão da Libertadores e multicampeão, o jogador tem a marca da versatilidade em campo, além do espírito de liderança e experiência em competições de alto nível.

Felipe Melo está com o contrato perto do fim com o Palmeiras (Foto: Cesar Greco)
Felipe Melo está com o contrato perto do fim com o Palmeiras (Foto: Cesar Greco)
Foto: Lance!

Felipe Melo começou sua carreira em 2001, no Flamengo, e em pouco tempo foi atuar na Europa. Entre Espanha, Itália, Turquia, Palmeiras e Seleção Brasileira, o atleta construiu uma reputação por ser frequentemente expulso de campo. Na Copa de 2010, foi expulso na eliminação para a Holanda e não teve outras oportunidades de vestir a amarelinha. Contudo, a carreira do camisa 30 não se limita às polêmicas dentro e fora de campo, já que ele tem qualidade e um currículo repleto de títulos.

VOLANTE E ZAGUEIRO

Uma das principais marcas de Felipe é a capacidade de apresentar bom desempenho em duas funções distintas. Na última temporada, o jogador passou a maior parte do ano como zagueiro, mas atuou em apenas 15 jogos do Brasileiro. Durante a competição, venceu a maior parte dos duelos terrestres e aéreos, além de ter a média de 1.6 interceptações por jogo. Os dados são do site SofaScore.

No final da temporada de 2020, voltou à posição original de volante e seguiu apresentando bons números. Em 2021, o jogador completou 44 jogos entre Brasileiro, Copa do Brasil, Supercopa do Brasil, Sul-Americana e Libertadores. Neste período, fechou o meio-campo palmeirense e foi um dos pilares do time.

LIDERANÇA

Desde 2017 no Palmeiras, Felipe Melo acumulou títulos e experiência no futebol nacional. O volante liderou a equipe na conquista do Brasileiro de 2018, da Copa do Brasil de 2020, além das duas últimas edições da Libertadores. Apesar do temperamento, o capitão do time paulista orientou a equipe na disputa de competições de alto nível. Na derrota para o Fluminense, neste Brasileiro, foi o principal intermediário entre o elenco visitante e a arbitragem.

LESÕES

Ainda que Felipe seja um jogador capaz de agregar ao grupo do Fluminense, a idade avançada e lesões preocupam parte da torcida. No Brasileiro 2020, o camisa 30 fraturou o tornozelo e teve recuperação lenta. Nesta temporada, uma lesão no joelho quase o impediu de atuar na final da Libertadores, mas acabou entrando em campo no segundo tempo. O mesmo ocorreu no jogo contra o Tricolor, em que o atleta iniciou a partida, mas não conseguiu completar os 90 minutos.

De olho na Libertadores 2022, a diretoria tricolor vê em Felipe Melo uma figura que pode balancear o elenco, composto em grande parte por jovens criados na base de Xerém, como o caso do volante André. Contudo, o Fluminense ainda disputa com o Internacional a transferência do jogador que, se sobra em talento, preocupa pela questão física. Ainda assim, o volante tem potencial para agregar ao grupo, que busca alçar voos maiores.

Lance!
Publicidade
Publicidade