PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Após derrota em casa, Fluminense vê chance de Libertadores distante e G6 cada vez mais improvável; confira

Em 45 pontos disputados no segundo turno, Fluminense conquistou apenas 20; Chances de G6 são praticamente nulas após derrota para o Juventude

19 nov 2021 06h15
ver comentários
Publicidade

No início do segundo turno do Brasileiro, o Fluminense tinha poucas chances de conquistar a classificação para a Libertadores da próxima temporada, com apenas 13,8% de probabilidade. Após 15 rodadas, e vivendo uma sequência instável, o Tricolor não melhorou nas estatísticas (confira abaixo). A cinco jogos do final da temporada, o time provavelmente não conseguirá encerrar o campeonato no G6, mas ainda pode atingir seu principal objetivo.

Fluminense precisa vencer todas as rodadas pela frente para garantir G6 (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Fluminense precisa vencer todas as rodadas pela frente para garantir G6 (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Foto: Lance!

Embora a mudança de comando, no final do primeiro turno, tenha gerado expectativa por uma segunda etapa de Brasileiro mais consistente, a realidade provou o contrário. Assim como no primeiro turno, o Fluminense seguiu sem conseguir emplacar sequências de invencibilidade. Em 45 pontos disputados, a equipe conquistou apenas 20. Para chegar à média dos sextos colocados nos últimos cinco anos, o grupo precisaria de aproximadamente mais 14 pontos. Em outras palavras, ganhar todos os duelos até o fim do Brasileiro.

Ainda que não seja impossível, a chance de haver triunfo tricolor nos cinco confrontos finais é remota. Somado a isso, a derrota para o Juventude na última quarta-feira diminuiu ainda mais as probabilidades de classificação do Flu, que agora tem apenas 13,1% de chances. Os dados são do site "Chance de Gol". Já de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, as chances são de 16,3%. Contudo, o clube pode atingir a meta por outras vias nesta temporada.

As vagas para a Libertadores ainda podem aumentar além das seis normais, já que apenas brasileiros decidem a principal competição continental (Palmeiras x Flamengo) e a Sul-Americana (Athletico-PR x Red Bull Bragantino). Além disso, Atlético-MG, líder do Brasileirão, e Athletico, atual 14º colocado, fazem a final da Copa do Brasil. Caso os campeões estejam na zona de classificação, pode se tornar até G9.

Baseado na média de pontuação dos clubes em outras edições, o Tricolor precisaria de mais 12 pontos para ocupar o G7, isto é, quatro vitórias e um empate. Para a oitava colocação, apenas nove pontos são necessários. Em termos de placar, são três vitórias. Para ocupar G9, o Flu precisaria de oito pontos, ou seja, duas vitórias e dois empates. Porém, qualquer um dos cenários simulados dependem do resultado de outros clubes, diferente do G6.

Sem conseguir regularidade na competição, o Fluminense se vê em um cenário desconfortável na reta final do Brasileiro. Enquanto a sexta colocação se torna improvável, no sentido matemático, o time tem menos chances de classificação para a Libertadores do que há 15 rodadas. Desta forma, o Tricolor terá de lutar para encerrar o ano com o objetivo conquistado.

*Estagiária sob a supervisão de Paulo Victor Reis

Lance!
Publicidade
Publicidade