PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Menos de 1% dos colaboradores da partida entre Flamengo e Barcelona testaram positivo para Covid-19

Administração do Maracanã ressalta parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro e faz balanço positivo da partida, cuja operação mobilizou mais de 2 mil profissionais

23 set 2021 13h12
| atualizado às 13h12
ver comentários
Publicidade

Com 23 mil torcedores, a operação do jogo entre Flamengo e Barcelona (EQU) foi considerada um sucesso pela administração do Maracanã. A mobilização foi grande para evitar aglomerações e dificuldades no acesso ao estádio. Mais de 2 mil pessoas estiveram envolvidas no evento, todas previamente testadas. Só quatro funcionários testaram positivo para Covid-19 e foram substituídas.

Torcedores do Flamengo nos arredores do Maracanã (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Torcedores do Flamengo nos arredores do Maracanã (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Foto: Lance!

- O saldo da operação, que novamente teve início na véspera da partida, foi amplamente positivo, a começar pelo processo de comprovação da vacina e testagem prévia dos torcedores e profissionais, com resultados dos exames enviados diretamente para controle sanitário no estádio, o que contribuiu para evitar aglomerações e longas filas de acesso às dependências do Maracanã - afirma comunicado publicado pela administração do histórico estádio carioca.

Os exames entre funcionários foram conduzidos pela MedLevensohn, que já havia realizado a operação contra o Grêmio. Para o jogo contra o Barcelona, a ação testou cerca de 2.274 pessoas e apenas quatro testaram positivo para presença do vírus no organismo, representando menos de 1% do total.

- A primeira e a segunda operação foram um sucesso em termos de eficiência, rapidez e organização. Conseguimos atender aos pré-requisitos determinados e encontramos um excelente padrão de fluxo operacional - afirmou José Marcos Szuster, CEO da MedLevensohn.

Para esta partida da Libertadores a empresa disponibilizou 18 pontos de coleta no estádio durante três dias e mais um ponto no Centro Médico da Gávea.

Além da testagem dos funcionários, a MedLevensohn, em parceria com a Veus Saúde, ampliou a rede e credenciou 45 de laboratórios e mais de 200 pontos de atendimento no Rio de Janeiro para testagem de torcedores contra a Covid-19. A previsão é de que sejam realizadas mais 19 operações em jogos do Flamengo até o fim do ano.

Com a maior presença do público - contra o Grêmio, há uma semana, foram 6.446 torcedores presentes -, o Maracanã aumentou em 35% o número de profissionais envolvidos na operação. A parceria com a Prefeitura foi novamente celebrada neste segundo evento-teste, considerado "muito importante para o processo de retomada gradativa dos torcedores". A gestão do estádio ainda reforça que "segue atenta aos ajustes que serão sempre necessários para o aperfeiçoamento de toda e qualquer realização".

Lance!
Publicidade
Publicidade