PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Marcos Braz minimiza possível crise e espera acordo com Arrascaeta

19 abr 2021
13h38 atualizado às 22h02
0comentários
13h38 atualizado às 22h02
Publicidade

O Flamengo conquistou a Supercopa do Brasil ao bater o Palmeiras, nos pênaltis. Apesar disso, uma polêmica envolvendo o meia Arrascaeta deixou o clima pesado no clube.

O uruguaio teria reclamado o pagamento de parte de seus direitos por parte dos rubro-negros, além de um aumento salarial. A diretoria negou os pedidos ao alegar que nada estava em contrato.

O camisa 14 não foi a campo no clássico contra o Vasco na última quinta-feira. O clube alegou que o meia estava com uma lesão no tornozelo e seria poupado visando a estreia na Libertadores.

A derrota no clássico para o Gigante da Colina não foi bem digerida pelos torcedores. Com isso, o clima de pressão voltou a aumentar no Ninho do Urubu.

Marcos Braz, vice de futebol do Flamengo, falou sobre o assunto. O dirigente minimizou uma possível crise e espera chegar a um acordo com todas as partes.

"Não vejo nenhum acinte, nenhuma situação ruim. Tem que chegar em um denominador comum na hora certa, com tranquilidade, sempre resguardando o clube. A gente tem uma excelente relação com o atleta e também com o empresário, quando foi feita a negociação. Tem, de fato, esse pleito, por parte do empresário. Acho que é um pleito normal. Infelizmente, neste momento, a gente não pode acatar esse pleito, mas a relação com o jogador sempre foi o melhor possível. É um jogador que a gente respeita muito e sempre respeitou muito as coisas aqui no Flamengo. Sempre está solícito, é um craque de bola. Com calma e tranquilidade, a gente vai resolver isso tudo", disse ao Globoesporte.com.

Arrascaeta viajou com a delegação do Flamengo para Buenos Aires. No entanto, o uruguaio ainda é dúvida apara o duelo deste terça-feira, contra o Vélez-ARG, pela Libertadores.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade