PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Hoje no Flamengo, Renato diz queria Michael quando era técnico do Grêmio

13 set 2021 18h35
| atualizado às 18h35
ver comentários
Publicidade

Grande nome da vitória de 3 a 1 sobre o Palmeiras, com dois gols, Michael foi eleito o craque da partida. Após a partida, Renato admitiu que acompanha o futebol de Michael desde os tempos de Goiás. Além disso, quando era técnico do Grêmio, pediu sua contratação.

"Fico contente, é um jogador pelo qual eu torço bastante, já tinha pedido ele lá no Grêmio e agora o encontrei aqui no Flamengo. Ele tem nos ajudado bastante, tem feito gols", afirmou Renato.

"Ele está jogando muito bem. Procuro conversar bastante com ele para que ele se coloque de uma maneira que, toda vez que recebe as bolas, possa fazer as jogadas dele. Passo muita tranquilidade para ele, principalmente dentro e próximo à área. Nesse quesito ele evoluiu bastante, tanto é que tem feito gols. Tem tido aquela tranquilidade que eu peço, eu falo para eles que o desespero é sempre do adversário. Ele tem feito gols porque está tendo tranquilidade para fazer a melhor jogada", completou.

O desempenho de Michael tem sido fundamental para o Flamengo superar desfalques importantes em seu ataque, como o do atacante Bruno Henrique.

O atacante Michael passou de "Patinho Feio" para sensação no Flamengo de Renato Gaúcho. Contratado no início de 2020 com o aval de Jorge Jesus, o ex-atacante do Goiás custou quase 40 milhões de reais ao Rubro-Negro. Em seu primeiro ano de casa, entretanto, não passou de uma grande decepção.

Cotado para sair do clube, esteve perto de um acerto com o futebol árabe mas, por vontade própria, decidiu ficar. Em 2021, retornou das férias antes dos demais para fazer um trabalho mais extenso na pré-temporada.

Michael começou a se destacar no Campeonato Carioca e passou a ganhar mais oportunidades com o então técnico Rogério Ceni. Mas foi somente com Renato que desencantou definitivamente no Flamengo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade