0

Gérson promete que Flamengo vai se adaptar rapidamente ao novo técnico

Meia afirma que time está preparado para assimilar a troca de comando antes do início do Campeonato Brasileiro

29 jul 2020
14h20
atualizado às 14h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em preparação para a disputa do Campeonato Brasileiro, o Flamengo está com as atenções divididas. Enquanto o elenco treina no Ninho do Urubu, dirigentes estão na Europa, onde negociam a chegada de um novo treinador para suceder Jorge Jesus. À espera da definição, o meia Gerson assegurou ter confiança na escolha que a diretoria fará.

"A gente vê pelas redes sociais, que comentam muito sobre a chegada de um treinador. Deixamos essa parte para a diretoria do Flamengo, vem fazendo um trabalho muito bom. E o nome que for escolhido vai ser bem recebido no Mengão", afirmou, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Assim, Gerson prometeu que o escolhido será bem recebido, garantindo que o elenco tentará se adaptar rapidamente a um novo estilo de jogo, após 13 meses sendo dirigido por Jesus. "Nosso elenco tem jogadores inteligentes. Aquele profissional que vier vai ser bem recebido, e temos que estar dispostos a aprender a melhor maneira possível", comentou.

Tudo indica, porém, que o escolhido para suceder Jesus será o espanhol Domènec Torrent, auxiliar durante anos de Pep Guardiola e com quem o lateral-direito Rafinha trabalhou no Bayern de Munique. Gerson explicou que não tem conversado com o companheiro sobre o provável novo treinador do Flamengo.

"Rafa está meio machucado, estamos tendo pouco contato. O pouco que conheço é que sempre trabalhou com Guardiola nos clubes. Não posso falar muito, porque sou novo e não sei muito", declarou o meio-campista.

Gerson também afirmou que não tem conversado com Jesus após a saída do português do Flamengo. E assegurou que não sabe do suposto interesse do treinador na sua contratação para reforçar o elenco do Benfica.

"A gente não teve muito contato depois da saída, mais por mensagem. Ele teve a escolha dele, foi uma decisão pessoal. Temos de respeitar, agradeço a ele por tudo. O Flamengo continua", disse. "Está saindo muita coisa, mas para mim não chegou nada. Meu foco é no Flamengo, estou feliz aqui", completou.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade