PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Flamengo volta a sofrer sem a criatividade de Arrascaeta e vê aproveitamento despencar

Fla teve uma fraca atuação coletiva diante do Athletico-PR, na última quarta, quando conseguiu empatar (2 a 2) no abafa e último minuto, pela ida das semi da Copa do Brasil

21 out 2021 05h57
| atualizado às 05h57
ver comentários
Publicidade
Contra o Athletico, Flamengo chegou a 26 jogos sob o comando de Renato Gaúcho (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Contra o Athletico, Flamengo chegou a 26 jogos sob o comando de Renato Gaúcho (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Foto: Lance!

O Flamengo entrou em campo contra o Athletico-PR, na última noite, com 100% de aproveitamento nos dez jogos anteriores de mata-matas sob o comando de Renato Gaúcho. E o 11º, empate em 2 a 2 pela ida das semifinais da Copa do Brasil, afetou a perfeição nos números e, de quebra, acentuou deficiências táticas preocupantes, principalmente na ausência de Arrascaeta.

Com a mesma formação ofensiva do último jogo, ou seja, com Willian Arão, Thiago Maia, Andreas Pereira e Everton Ribeiro para municiarem Michael e Gabigol avançados, o Flamengo foi um deserto de ideias na criação.

Apesar de finalizado 16 vezes (cinco no alvo), o Fla viu Everton Ribeiro ficar novamente aquém e Andreas Pereira, adiantado na função de Arrascaeta, não dar dinâmica na conexão ao ataque. É bem verdade que Bruno Henrique também faz uma tremenda falta, mas a do uruguaio assombra principalmente pela necessidade de improviso e por ter o maior "QI" do elenco.

- Arrascaeta é um jogador acima da média, o Bruno Henrique também. Jogadores entrosados, temos improvisado alguns jogadores no lugar do Arrascaeta, que a qualidade é diferente. Perder um jogador inteligente, cria muito, dificulta o adversário. O Andreas está por ali, mas está fora de posição. O Everton jogou pouco por ali, o Vitinho também. Todos nos ajudaram de uma forma ou outra. Logo mais teremos o Arrascaeta de volta - destacou Renato na entrevista coletiva logo após o empate.

Arrascaeta só deve voltar aos jogos em novembro (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Arrascaeta só deve voltar aos jogos em novembro (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Foto: Lance!

QUEDA BRUSCA SEM ARRASCAETA

Com Renato, Arrascaeta participou de 15 dos 26 jogos realizados, sendo que o time soma 14 vitórias e uma derrota com o craque da Celeste (aproveitamento de 93,3%), além de 51 gols marcados. Sem o meia, são 16 gols em 11 jogos, com cinco vitórias, cinco empates e uma derrota, o que resulta em um aproveitamento consideravelmente inferior: 60,6%.

Seja pelo prisma frio dos números ou quanto a rendimento, o fato é que Renato Gaúcho não tem aplicado boas alternativas, inclusive nas etapas finais no decorrer dos últimos jogos. E a tendência é que Arrascaeta, em tratamento no músculo reto anterior da coxa direita, só retorne a campo nos primeiros dias de novembro.

OS PRÓXIMOS JOGOS

É bom destacar que o próximo compromisso do Flamengo será já neste sábado, diante do Fluminense, pela 28ª rodada do Brasileiro. Ou seja, Renato terá pouquíssimo tempo para executar ajustes, seja poupando atletas ou não.

Já a partida de volta das semi da Copa do Brasil, diante do Athletico, será na quarta-feira que vem (27), no Maracanã - é bom lembrar que não há o critério do gol qualificado no torneio de mata-mata.

Lance!
Publicidade
Publicidade