PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

Flamengo confirma interesse em Oscar, mas garante que não abriu negociação com clube chinês

Meia já vestiu a camisa rubro-negra e quer atuar no futebol brasileiro neste semestre

4 ago 2022 - 16h44
(atualizado às 16h44)
Ver comentários

Vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz confirmou nesta quinta-feira que o clube tem interesse em contar com o meia Oscar para o restante da temporada brasileira. Mas garantiu que o clube não abriu negociação com o Shanghai Port, time chinês que o meio-campista defende atualmente.

"Vamos deixar claro que ainda não tem nada. O Flamengo jamais teve qualquer negociação com o clube chinês. O Flamengo respeita o Shanghai e muito. O Oscar chegou no clube em 2017 e tem uma história, é ídolo das crianças chinesas que moram em Shangai. O Flamengo respeita isso. E, por respeitar e por estar sempre atento a isso, o Flamengo vai aguardar até onde se achar confortável e possível para que se tenha a liberação, para que possamos definir a contratação", declarou.

A possibilidade de acerto com Oscar surgiu nesta semana quando o jogador apareceu nas redes sociais vestido com a camisa do Fla. No Brasil, em período de férias com a família, o meio-campista virou algo de seguidos rumores sobre um possível retorno ao futebol brasileiro.

Braz afirmou que uma eventual contratação do jogador seria por empréstimo até o fim do ano. "É de interesse que ele tenha contrato até o fim do ano. Oscar chegando até o último dia que permita sua inscrição para o Brasileiro é de (nosso) interesse. Isso não quer dizer que o negócio será efetuado. A gente ainda não abriu nenhuma tratativa, ainda não tem nada certo", reforçou o vice de futebol.

"Achamos até que não vai ter problema nenhum. Vale muito a vontade do jogador sempre. Mas não tem absolutamente nada. Temos que respeitar o clube chinês e a torcida deles, ele é um ídolo lá. Vamos esperar o tempo possível para que o Shanghai tenha a melhor decisão possível para eles lá", completou.

As declarações foram feitas logo após a apresentação do chileno Erick Pulgar. Nas últimas semanas, o elenco rubro-negro teve também as chegadas de Everton Cebolinha e Arturo Vidal e viu as saídas de Andreas Pereira, Willian Arão e Gustavo Henrique. Com dois vice-campeonatos (Supercopa do Brasil e Campeonato Carioca) em um início de ano frustrante e o começo oscilante no Brasileirão, a pressão por reforços aumentou.

Oscar pode ser o sétimo jogador que representou a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014 atuando hoje no País. Ele se juntaria a Hulk (Atlético-MG), David Luiz (Flamengo), Fernandinho (Athletico-PR), Henrique (Coritiba), Paulinho e Willian (Corinthians).

Estadão
Publicidade
Publicidade