PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Agora no Flamengo, Renato busca repetir vitória histórica sobre o Barcelona em semi de Libertadores

Em 2017, Renato Gaúcho dirigiu o Grêmio em triunfo por 3 a 0 no Monumental. O Tricolor Gaúcho avançou e conquistou a América naquele ano, objetivo do técnico do Flamengo

27 set 2021 10h32
| atualizado às 10h32
ver comentários
Publicidade
Renato no comando do Grêmio, em 2017, na semifinal da Libertadores no Monumental (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Renato no comando do Grêmio, em 2017, na semifinal da Libertadores no Monumental (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Foto: Lance!

Agora no comando do Flamengo, Renato Gaúcho volta ao Estádio Monumental, palco de uma de suas vitórias mais emblemáticas como técnico do Grêmio: 3 a 0 sobre o Barcelona, em outubro de 2017, na ida da semifinal da Libertadores. É um cenário próximo ao que o técnico viverá nesta quarta. A diferença é que o time da Gávea já chega em vantagem após a vitória por 2 a 0 no Rio de Janeiro.

Com show de Luan, que marcou dois gols, o Tricolor venceu o Barcelona por 3 a 0 em partida que teve o controle, ignorando a pressão da torcida local. O lateral-direito Edílson, de falta, completou o placar. O Grêmio contou com uma defesaça de Marcelo Grohe, à queima-roupa, para sair zerado do Monumental.

- O Grêmio foi mortal, sobretudo no primeiro tempo, quando fizemos dois gols. No início do segundo tempo erramos um gol, eles erraram dois e depois nós fizemos o terceiro. Eu já tinha avisado os jogadores que eles viriam para cima e que não era para tomar o gol. O Grêmio foi mortal de novo - avaliou Renato, na época, antes de classificar o lance de Marcelo Grohe como a "defesa do ano":

- Eu preciso destacar também a defesa do ano, uma das melhores que vi na minha vida. Foi no início do segundo tempo. O placar estava 2 a 0 para nós e o Marcelo conseguiu fazer uma excelente defesa. Ele e todos estão de parabéns.

Na volta, o Barcelona venceu o Grêmio por 1 a 0, em Porto Alegre, o que levou o time de Renato à decisão da Copa Libertadores - que, na época, ainda era em dois jogos. Com duas vitórias sobre o Lanús - 1 a 0, em casa, e 2 a 1 na Argentina -, o Tricolor conquistou o Tri da América sob o comando de Renato.

É o patamar que o Flamengo busca em 2021. Campeão em 1981 e 2019, o time está em vantagem após vencer o Barcelona por 2 a 0 no Maracanã. Contudo, não há acomodação pelo resultado, ciente da qualidade do rival equatoriano. Renato contará com os "reforços" de Filipe Luís e Arrascaeta para o confronto.

A delegação rubro-negra embarcou para Guayaquil na manhã desta segunda.

Grohe fez grande defesa no Monumental (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Grohe fez grande defesa no Monumental (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Foto: Lance!
Lance!
Publicidade
Publicidade