0

Elenco do Figueirense mantém greve e jogo pelo Aspirante tem novo W.O.

Jogadores chegaram a ir para o estádio onde iriam enfrentar o Santos, mas não foram para o gramado

22 ago 2019
16h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A crise no Figueirense continua. O time catarinense não entrou em campo para disputar a partida contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes, nesta quinta-feira, no estádio Ulrico Mursa, em Santos. Os jogadores alegam que os salários continuam atrasados e por isso não vão jogar até que a situação seja resolvida.

O jogo estava marcado para ser realizado às 15h, horário de Brasília. O elenco do Figueira chegou ao estádio por volta das 14h, mas ficou no vestiário. Enquanto isso, jogadores do Santos e a arbitragem foram para o gramado e esperaram os 30 minutos que é exigido para o W.O. ser confirmado. Antes mesmo das 15h30, o ônibus com a delegação do time catarinense já havia deixado o estádio.

Com o W.O., o resultado da partida acaba sendo 3 x 0 para o Santos. Na terça-feira, o time principal do Figueirense já havia perdido um jogo por W.O. Para o Cuiabá, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

SEM TREINAMENTO

Os jogadores do time principal participaram de uma reunião com o departamento jurídico do clube para tentar encerrar a greve e foram surpreendidos com a presença de reforços já trabalhando no gramado. Com receio de não ter jogadores para a sequência da temporada, a diretoria do time catarinense contratou oito novos jogadores, embora ainda não tenha pago os salários dos jogadores e demais funcionários do clube.

Após as conversas, os atletas decidiram não treinar nesta quinta-feira. Pouco depois, a diretoria divulgou uma nota em que assegurava estar quitando os débitos até o dia 28 de agosto, algo que foi negado pelos jogadores.

Confira a nota:

Conforme ratificado no termo de compromisso assinado com a Associação Figueirense, o Figueirense Futebol Clube informa que a regularização dos pagamentos de 2019 segue sendo feita até o dia 28 de agosto.

Conforme o planejamento financeiro preestabelecido pela diretoria, os salários dos funcionários, incluindo os da sede e do Centro de Formação e Treinamento (CFT) do Cambirela, foram colocados em dia nesta quinta-feira (22).

As categorias sub-15 e sub-17, que também estão trabalhando normalmente, receberam duas ajudas de custo neste dia (22). O mesmo vale para as respectivas comissões técnicas.

As pendências anteriores serão equacionadas a partir de negociações pontuais, como já ocorreram nas últimas semanas e foram aceitas por jogadores profissionais, como o volante Zé Antônio, e fornecedores.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade