2 eventos ao vivo

Presidente da Federação Espanhola é acusado de corrupção

23 jul 2018
19h04
atualizado às 19h04
  • separator
  • comentários

O presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, foi acusado de corrupção por supostamente ter usado o Sindicato dos Jogadores para pagar uma obra feita em sua casa no período em que presidida o órgão, informaram veículos espanhóis nesta segunda-feira.

A rádio Cadena Ser diz que um tribunal de Valência abriu uma investigação contra Rubiales após uma denúncia feita por Miguel Ángel Galán, presidente de um centro de formação de treinadores e que já chegou a concorrer por um cargo diretivo na RFEF.

Rubiales é acusado de possuir uma dívida de 120 mil euros com um escritório de arquitetura responsável por fazer obras em sua casa. Como forma de pagamento, o presidente da RFEF teria oferecido um novo projeto para a arquiteta em questão, desta vez a ser realizado na AFE, instituição na qual atuou como presidente entre 2010 e 2017.

Com a notícia, a AFE emitiu um comunicado oficial assegurando que nunca houve desvio de verba para que obras pessoais de Luis Rubiales fossem financiadas.

"A AFA abonou a conta pelo trabalho solicitado. Como não foi executado nos termos combinados, abriu uma demanda judicial de resolução de contrato e reclamação na íntegra da quantidade contra o citado escritório de arquitetura", afirma o Sindicato de Jogadores.

Luis Rubiales foi eleito presidente da RFEF em maio de 2018 para substituir Ángel María Villar, deposto por envolvimento em escândalos de corrupção.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade