4 eventos ao vivo

Eliminação nos pênaltis foi um duro golpe para a Espanha, afirma Sérgio Ramos

1 jul 2018
14h28
atualizado às 14h28
  • separator
  • comentários

A Espanha está eliminada da Copa do Mundo. Considerada uma das principais candidatas ao título, a Fúria acabou sendo superada na cobrança de pênaltis para a anfitriã Rússia e deixa o mundial nas oitavas de final. Visivelmente abalado com a derrota, o capitão Sérgio Ramos afirmou estar orgulhoso de sua equipe e lamentou a derrota.

"Muito difícil de superar isso, mas realmente nos sentimos muito orgulhosos de sermos espanhóis. O futebol é assim, ás vezes se faz tudo para ganhar, mas perde-se nos detalhes. Nós lutamos contra o país-sede e eles conseguiram chegar aos pênaltis. Foi um jogo difícil. Nós dominamos e deixamos nossa alma em campo. A Copa do Mundo é o sonho de qualquer jogador e isso nos traz muita dor", afirmou.

Aos 32 anos, o jogador afirma não pensar ainda se estará em campo na próxima Copa do Mundo, em 2022 no Catar, e refirmou que deixa a Rússia de cabeça erguida.

"Qualquer espanhol viu que deixamos nosso coração em campo. Todos estão orgulhosos e eu, como capitão, sei que estamos que estar com a cabeça alta. Nós voltaremos e conseguiremos nos levantar. Esperamos a próxima Copa e temos quatro anos para a recuperação. Foi um golpe forte, mas iremos nos recuperar", completou.

Cotada como uma das principais favoritas antes do início da competição, a Espanha acabou sofrendo um forte baque poucos dias antes de iniciar a Copa do Mundo. O seu antigo treinador, Julen Lopetegui, acabou sendo anunciado pelo Real Madrid e deixou o cargo de treinador da Fúria há dois dias da estreia para a Copa do Mundo.

A Espanha dá adeus a Copa do Mundo com um vitória, sobre o Irã, e três empates, diante de Portugal, Marrocos e Rússia. Diante dos donos da casa, a desclassificação veio nas penalidades, quando Koke e Thiago Aspas perderam as suas chances.-

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade