0

Apesar da classificação, Hierro cobra Espanha: Temos de ser autocríticos"

25 jun 2018
18h08
atualizado em 26/6/2018 às 15h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Muitos apontavam o Grupo B da Copa do Mundo como um dos mais fracos do torneio. Afinal, Portugal e Espanha se destacavam em relação à Marrocos e Irã. Na prática, os dois favoritos se classificaram, mas sofreram para alcançar as oitavas de final.

Nesta terça-feira, jogando em Kaliningrado, a Espanha suou, mas garantiu a sua vaga para a próxima fase apenas empatando com o Marrocos em 2 a 2, e com um desempenho bem abaixo do esperado. Afinal, a Fúria é apontada como uma das favoritas a erguer a taça.

Após a partida, o técnico Fernando Hierro sabendo da situação foi bem sucinto ao analisar a situação do seu time: "Depois de muito sofrimento, tinha avisado, eles estavam vindo com tudo, exceto Benatia. Temos de ser autocríticos: este não é o caminho, não podemos dar muitas chances", avaliou o treinador.

O gol que garantiu o primeiro lugar do Grupo veio graças ao uso do VAR. Iago Aspas marcou de letra, mas o bandeira havia marcado impedimento. O árbitro de vídeo entrou em ação e alertou o juiz principal da partida, validando o tento espanhol.

Para Hierro, o recurso já era algo esperado no Mundial: "O VAR é algo que nos falaram como seria. Sabemos como funciona e o que aconteceu é o que esperávamos para ver a decisão", afirmou o espanhol.

A Espanha volta aos gramados no próximo domingo às 11h00 (horário de Brasília), em Moscou, contra a anfitriã da Copa do Mundo, Rússia, no Estádio Lujniki, palco da abertura e decisão do Mundial.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade