PUBLICIDADE
Logo do Cuiabá

Cuiabá

Favoritar Time

Má fase do Cuiabá é culpa da falta de técnico ou dos jogadores; veja análise

A má fase do Cuiabá começou 'oficialmente' no dia 14 de abril, quando começou sua caminhada no Brasileirão. De lá pra cá, só ladeira abaixo

3 mai 2024 - 08h03
(atualizado às 08h03)
Compartilhar
Exibir comentários
Cuiabá
Cuiabá
Foto: AssCom Dourado / Esporte News Mundo

A má fase do Cuiabá começou 'oficialmente' no dia 14 de abril, quando começou sua caminhada no Campeonato Brasileiro Série A de 2024. De lá pra cá, só ladeira abaixo, derrotas e atuações ruins.

O Cuiabá vinha da conquista do Campeonato Mato-grossense e invicto em várias competições, Estadual, Copa Verde, Copa do Brasil e Sul-Americana. Tinha se classificado na Copa do Brasil goleando seus adversários: 4×1 no Real Noroeste na primeira fase e passou pela Portuguesa-RJ na fase seguinte.

Na Copa Verde, o Cuiabá goleou Porto Velho por 5×0 nas oitavas e 4×1 no Brasiliense nos dois jogos de ida e volta nas quartas. Além de obter um empate uma vitória nos dois primeiros jogos na Sul-Americana.

A boa fase acabou em 14 de abril, na primeira rodada do Brasileirão, quando foi goleado por 4×0 para o Athletico, fora de casa. Desde lá, só derrotas em várias competições. Perdeu a partida de ida da semifinal da Copa Verde, por 2×0 para o Vila Nova. Perdeu para o Goiás na partida de ida da Copa do Brasil por 1×0, na última quinta-feira (2) e vai em desvantagem para a partida de volta.

No Brasileiro, três jogos e três derrotas (Athletico, Grêmio e Atlético Mineiro). Na Sul-Americana segue invicto, dois empates e uma vitória, mas o Cuiabá perdeu a liderança do grupo G com esses resultados. Vem de uma empate em 1×1 com o Deportivo Garcilaso.

Essa má fase é ruim de explicar em só um fator, pois não se trata de um só. Desde o início de fevereiro que o Cuiabá está sem técnico oficial. António Oliveira foi para o Corinthians no início do mês e assumiu Luiz Fernando Iubel. Ele comandou o clube até o título do Estadual Mato-grossense e nos jogos bons na Copa do Brasil, Verde e Sula. Mas parece que quando começou o Brasileiro, a coisa desandou. Mas culpar só treinador interino não é viável. É entender o que há de errado.

Os jogos do Brasileiro foram contra adversários difíceis, em comparação aos da Copa do Brasil e Verde, mas o que chama a atenção é a atuação do Cuiabá. Vinha jogando bem, acima dos adversários, e no Brasileirão, não joga. Dá muitos espaços e não tem poder de reação. E a base do time é quase a mesma desde o começo do ano. Por isso que a má fase não é só culpa do interino, também é dos jogadores.

Mais pra frente vai dar pra saber mesmo se a culpa seria de Iubel, na sua formação de time em campo, já que o Cuiabá anunciou um novo treinador, o Mister Petit, que nesta sexta, vai assinar contrato com o clube. Inclusive, no jogo de quinta, contra o Goiás, não foi Iubel que comandou o time na derrota para o Esmeraldino, foi Ricardo Colbachini, e mesmo assim o time jogou mal e perdeu. Ele deve continuar no gramado na partida de domingo contra o Palmeiras, pelo Brasileiro.

+ Para ficar por dentro de tudo que acontece no Cuiabá, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Pela quinta rodada do Brasileirão, o Cuiabá recebe o Palmeiras no domingo (5), na Arena Pantanal, às 18h30 (de Brasília), e busca sua primeira vitória na competição.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade