0
CSA

Diego Maurício admite readaptação "um pouco difícil" e fala sobre o coronavírus

8 abr 2020
13h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Diego Maurício retornou ao Brasil após passar mais de quatro anos no futebol estrangeiro

Após passar um longo período fora do Brasil, o atacante Diego Maurício retornou ao país para defender o CSA nesta temporada. O jogador revelado no Flamengo passou os últimos quatro anos no exterior, com passagens pela Arábia Saudita, China e Coreia do Sul. Em entrevista à Gazeta Esportiva, ele contou como está sendo a readaptação ao futebol nacional.

"Está sendo um pouco difícil. Com quase cinco anos fora, você já se acostuma a outra cultura em todos os sentidos, e voltando pra nossa agora é tudo questão de tempo. É ter paciência e cabeça boa que tudo vai certo", contou o atleta de 28 anos, que tem sete partidas e nenhum gol marcado em 2020.

Diego Maurício ainda falou sobre a pandemia do novo coronavírus, que causou a paralisação de competições no mundo inteiro. Ele afirmou que vem conversando com os companheiros da China e da Coreia do Sul para saber sobre a situação em ambos os locais.

"Mantenho contato sim, tenho muitos amigos nos dois países. Eles me falam que agora já está bem melhor, as pessoas já estão voltando aos poucos a trabalhar e fazer as coisas, só que continuam com cuidado redobrado e as competições lá ainda estão sem datas para recomeçar", disse.

O atacante também elogiou a organização do CSA, que, segundo ele, está instruindo bem os jogadores quantos aos cuidados e treinamentos durante a quarentena. "É um dos clubes mais organizados do Nordeste e eu estou vendo de perto isso. Estão nos passando todo o protocolo, com os médicos nos falando e também de treinamentos em casa através do nosso preparador físico", completou o "Drogbinha".

*especial para a Gazeta Esportiva

Veja também:

Colunista do L! alerta para privilégio de torcida organizada em jogo do Palmeiras
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade