PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiro

Favoritar Time

Sobis diz que não se arrepende de 'ajuda' ao Inter em 2016

O atacante revelou que tentou ajudar o Internacional em 2016 na luta contra o rebaixamento ao "tirar o pé" no duelo contra o Cruzeiro

19 jan 2022 20h24
| atualizado às 20h42
ver comentários
Publicidade

A declaração de Rafael Sobis afirmando que tentou ajudar o Internacional na luta contra o rebaixamento em 2016, em duelo com o Cruzeiro, time em que atuava na época, no Brasileirão daquele ano gerou grande repercussão e questionamentos.

O ex-atacante se pronunciou nas redes sociais e disse que não se "queimou" com a torcida celeste.

Sobis afirmou ainda que ter jogado pelo time azul na Série B mostra que ele tinha respeito pela instituição e que que ama o clube.

Sobis confirmou que "tirou o pé" diante do Internacional, onde foi criado parao futebol-(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Sobis confirmou que "tirou o pé" diante do Internacional, onde foi criado parao futebol-(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Foto: Lance!

"Um cara que aceita jogar no Cruzeiro no momento mais difícil da sua história e se dedica como me dediquei não vai se "queimar" com uma torcida tão grande que entende dos esforços feitos. Eu amo clube Cruzeiro e faria tudo novamente se preciso", disse.

Sobis foi revelado no Colorado, onde foi bicampeão da Libertadores (2006-2010), mas também teve passagem vitoriosa na Raposa, vencendo duas Copas do Brasil (2017-2018) e um Campeonato Mineiro.

Entenda o caso

Aposentado do futebol desde o fim de 2021, Rafael Sóbis deu declarações polêmicas em uma entrevista para o canal do jornalista Duda Garbi. Sobis falou sobre um duelo do Cruzeiro contra o Internacional em 2016, quando teria "ajudado" o Colorado naquela partida, já que o time gaúcho estava ameaçado de rebaixamento. Mesmo com a ajuda, o Inter acabou caindo naquele ano.

O duelo em que Sóbis fez relato aconteceu em 2016, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante era jogador do Cruzeiro na ocasião. A ajuda veio de uma forma displicente de atuar. Seja cobrando mal um escanteio, ou não ter entrado na área durante o confronto.

-A gente jogou no Beira Rio, velho, eu não entrei na área, ai teve um escanteio, ai a gente sente o jogo né: "Pô, nós estamos perto de fazer um gol", cara, eu bati o escanteio no céu cara, eu bati o escanteio assim, que a bola viajou muito, muito. A bola foi na mão do Danilo (goleiro)-disse Sobis.

O ex-jogador comentou que Manp Menezes, técnico na época, o cobrou pela má cobrança o escanteio.

-Quando eu bati, foi do lado do nosso banco, cara, o Mano Menezes me xingava, ele me xingou um monte, acho que ele percebeu né, nego veio da bola, ele me xingava de um jeito-contou Rafael Sobis, revelando que Fernando Carvalho, ex-presidente do Colorado, o agradeceu.

-Mas eu não entrei na área, até o Fernando Carvalho me agradeceu, o Lisca que era o treinador me agradeceu, falou comigo antes do jogo-disse.

-Teve uma hora que eu dei um chute cruzado assim que a bola quase entrou, nada a ver, lá do escanteio. Se entra eu estava ferrado, porque tipo assim: Claro que a culpa não ia ser minha, são 37 jogos- concluiu. A partida em questão terminou em vitória Colorada por 1 a 0, gol de Valdívia.

Lance!
Publicidade
Publicidade