0

Sem acordo sobre rescisão, Robinho e Cruzeiro aguardam sentença

1 ago 2020
12h37
atualizado às 12h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Cruzeiro e Robinho fizeram uma audiência online, na sexta-feira, na 3ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, para tentar chegar a um acordo sobre a rescisão do jogador. Contudo, não chegaram a um consenso e agora aguardam a sentença da juíza Flavia Fonseca Parreira Storti, que tem um prazo de até 30 dias para o veredito.

Segundo informações do site Superesportes, a Celeste não mandou representante. Robinho também não estava presente, mas tinha seu advogado para defender seus interesses. Na audiência anterior, a juíza avisou de que não era necessária a presença das partes. Também neste outro encontro, havia sido combinado que tentariam chegar a um campo comum, mas sem sucesso.

O impasse que fez o jogador procurar a Justiça do Trabalho foi a falta de homologação da rescisão. Ele alega que precisa ser confirmada para poder assinar com outro clube. Para comparação, o lateral Edilson foi desligado do clube no mesmo dia que Robinho, mas teve a quebra do contrato reconhecida. O advogado do meio-campista cita a nota publicada sobre a rescisão pelo próprio Cruzeiro para mostrar que, de fato, foi uma demissão e o contrato de trabalho não está mais vigente.

No entendimento do clube, ainda procura um acordo amigável com Robinho e, na última audiência, diz que a Toca da Raposa II está aberta para o jogador caso queira treinar. O valor da rescisão seria de R$ 2.169.792,10.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade