PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiro

Meu time

Rômulo diz que elenco do Cruzeiro não descarta nova greve

O jogador e o restante dos atletas estão se preparando para o jogo contra o Avaí , porém a crise com a direção da Raposa ainda não foi sanada

18 out 2021 21h58
| atualizado às 21h58
ver comentários
Publicidade

Os jogadores do Cruzeiro voltaram aos treinos e iniciaram a preparação para o jogo contra o Avaí, sexta-feira, 22 de outubro, pela 30ª rodada do Brasileiro da Série B depois de quatro dias de greve por causa dos salários atrasados.

Rômulo tocou no delicado assunto, da greve dos jogadores, mesmo com o retorno ao trabalho na Toca da Raposa-(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Rômulo tocou no delicado assunto, da greve dos jogadores, mesmo com o retorno ao trabalho na Toca da Raposa-(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Foto: Lance!

O elenco voltou aos trabalhos, mas ainda não há uma solução no horizonte para o grave problema financeiro do clube. O volante Rômulo disse que o grupo de atletas não descarta nova paralisação.

- Essa é uma pergunta muito delicada, porque isso não cabe a um, dois, três, quatro ou cinco jogadores. Isso é sempre uma decisão do grupo. Mas a gente tem fé e esperança que uma solução vai ser encontrada para que todos fiquem contentes-disse o jogador.

Nesta segunda-feira, o presidente Sérgio Santos Rodrigues tentou em nova reunião com empresários levantar recursos para quitar cerca de R$ 9 milhões referentes aos atrasados de jogadores e funcionários.

- O intuito de todos foi para que isso seja solucionado, e que todos que fazem parte do Cruzeiro, desde o alto até o último empregado que chegou, possam ficar satisfeitos - disse.

Rômulo, de 34 anos, contou do apoio do técnico Vanderlei Luxemburgo ao movimento dos atletas e vem sendo ponte entre diretoria e jogadores para resolver a questão.

- O que ele pede para a gente sempre, o que ele pediu nesses dias, é que a solução fosse encontrada o quanto antes para que a gente pudesse voltar a treinar, até porque a gente tem jogos decisivos. Embora as chances sejam bem pequenas, a gente nunca vai deixar de acreditar, e vamos trabalhar com todas as nossas forças para que, enquanto houver esperança, tenha empenho ainda da nossa parte. A gente vai fazer isso sem dúvida alguma, honrando as cores dessa camisa que a gente usa-afirmando que o cenário fora de campo não tem interferindo dentro das quatro linhas.

- De forma alguma vai atrapalhar nossa performance, até porque somos profissionais, e conversando entre nós, praticamente todos treinaram em casa para estarem prontos - explicou.

Lance!
Publicidade
Publicidade