1 evento ao vivo

Revelado pelo Cruzeiro, Cacá cobra dívida de R$ 251 mil da Raposa

2 abr 2021
17h08
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O zagueiro Cacá, ex-cruzeiro, acusa o Cruzeiro de não pagar acordo feito em sua saída. Nesta sexta-feira, o jogador fez mais duas postagens no Instagram cobrando uma dívida de mais de R$ 251 mil do clube mineiro.

As alfinetadas começaram nesta quinta-feira, quando Cacá, vendido ao Tokushima Vortis, do Japão, em fevereiro, fez uma publicação dizendo que não foi pago o que ficou acordado entre ele e o clube.

No primeiro post, o jogador destacou a "falta de compromisso dos responsáveis pela atual administração do Cruzeiro", e deixou a entender que entrará na justiça para resolver o caso. "Só estou buscando aquilo que é meu por direito e vou ter que ir pelo último caminho que eu não gostaria."

Algumas horas depois, o Cruzeiro publicou uma Nota Oficial com o posicionamento do clube. Na publicação, a Raposa destaca que parte do acordo já foi pago, mas que ainda deve R$ 251.443,04 ao zagueiro. Segundo o clube, esse pagamento pendente tem vencimento previsto para esta sexta-feira, e que ainda não foi acertado devido a um bloqueio corrente nas contas do Cruzeiro.

Nesta sexta-feira, Cacá se manifestou novamente em sua conta do Instagram. O zagueiro não gostou da exposição de valores feitas pela Raposa e destacou "o amadorismo do Cruzeiro na pessoa do presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues, em postar valores da minha negociação."

Após o desabafo, Cacá fez mais uma postagem como Nota de Esclarecimento. Nela, é dito que o débito venceu há cerca de um mês, contrapondo ao que foi afirmado pelo Cruzeiro.

Confira a nota oficial publicada pelo Cruzeiro nesta quinta-feira na íntegra.

"O Cruzeiro Esporte Clube informa que recebeu com surpresa e estranheza a publicação feita pelo atleta Cacá em suas redes sociais na noite desta quinta-feira (1º de abril de 2021), alegando que o Clube não cumpriu nada do que foi acordado em relação à sua recente saída para o futebol japonês.

Desta forma, em nome da transparência, o Cruzeiro esclarece que, no dia 17 de fevereiro de 2021, acertou parte considerável dos atrasados que eram de direito do atleta, na ordem de R$ 205.993,00.

O Clube também informa que, após a venda concretizada, no mês de março, repassou a Cacá e seu staff, com ciência de seu agente Leonardo, a quantia de US$ 70 mil (R$ 385.630,00 na conversão para Real), referentes à sua porcentagem na negociação. O pagamento foi efetuado no dia 23 de março de 2021.

Desta forma, mesmo em um momento de crise mundial com a pandemia, o Cruzeiro pagou ao atleta - que alegou de forma irresponsável não ter recebido nada - o valor de R$ 591.623,00 entre fevereiro e março de 2021, conforme demonstrado nos comprovantes ao final desta nota.

O Cruzeiro informa que ainda há pendente um pagamento de R$ 251.443,04 ao atleta, referente ao restante de seus atrasados, com vencimento previsto para esta sexta-feira, 2 de abril de 2021. O pagamento ainda não foi realizado somente devido a um bloqueio corrente nas contas do Clube, situação que infelizmente se tornou comum graças às dívidas acumuladas em gestões anteriores e desastrosas. O compromisso será cumprido assim que a conta esteja desbloqueada.

Por fim, o Cruzeiro lamenta o conteúdo inverídico da postagem de Cacá feita na noite desta quinta-feira e lamenta mais ainda a precipitação do seu ex-jogador, Cria da Toca, que talvez esteja sendo mal orientado, já que, mesmo tendo sido liberado pelo Clube para se apresentar dias após seus companheiros de elenco em fevereiro, preferiu não se apresentar na data combinada até que a venda fosse concretizada, se ausentando de diversos compromissos em um momento de contrato vigente com o Clube."

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade