0

"Fui escorraçado do Atlético", desabafa Fred após título

Atacante do Cruzeiro criticou a diretoria do clube rival na comemoração do bicampeonato neste domingo

20 abr 2019
18h58
atualizado às 19h47
  • separator
  • 0
  • comentários

No fim de 2017, o atacante Fred saiu do Atlético em um dia e foi anunciado pelo Cruzeiro no outro. A situação gera até hoje muita polêmica, inclusive, com ação do Galo contra o atleta que assinou um documento confirmando que não fecharia com a Raposa até dezembro de 2018. Em um desabafo após a conquista do Campeonato Mineiro de 2019, com empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, no Independência, na tarde deste sábado, o jogador fala sobre essa situação.

Fred, do Cruzeiro, comemora o seu gol contra o Atlético-MG, na decisão do Campeonato Mineiro 2019, no Estádio Independência
Fred, do Cruzeiro, comemora o seu gol contra o Atlético-MG, na decisão do Campeonato Mineiro 2019, no Estádio Independência
Foto: FRED MAGNO/O TEMPO / Estadão

"Eu fiquei olhando lá pra cima (local onde a diretoria do Atlético fica no Independência). Eu queria ver o Sette Câmara lá. Teve um desgaste a minha saída, o jeito que foi, fui escorraçado. Eu caí pra cima. Eu caí pra cima, já ouviu isso? Eu caí para o Cruzeiro, minha vida está nas mãos de Deus", disse o camisa 9.

Fred durante as férias deixou o cargo de artilheiro das equipes para ser o "Rei dos Stories" no Instagram. Ele brincou com a situação brincando com os repórteres no gramado. Ele também falou sobre a disputa psicológica com o goleiro Victor na cobrança de pênalti.

"Primeira vez que o Rei dos Stories fala ao vivo e ganha", disse aos risos e filmando para seu perfil na rede social. "É difícil encarar o Victor no pênalti porque já treinei com ele na Seleção, já joguei com ele, então ele me conhece. Ali é um jogo mental. Eu tive tranquilidade de ir olhando para ele e desloquei. Feliz pelo título, feliz pela artilharia, com tudo que aconteceu e está acontecendo, gratidão a Deus", finalizou.

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade