5 eventos ao vivo

Cruzeiro inscreve Pedro Rocha e mais quatro jogadores da base na Libertadores

Reforços poderão ganhar chance diante do River Plate na próxima terça-feira

18 jul 2019
23h42
atualizado às 23h42
  • separator
  • 1
  • comentários

A diretoria do Cruzeiro inscreveu na Copa Libertadores cinco novos jogadores para a disputa do mata-mata. Para a fase de oitavas de final em diante, o técnico Mano Menezes poderá contar com o atacante Pedro Rocha e mais quatro jogadores da base.

A relação de atletas, que tem o zagueiro Edu, o lateral-direito Weverton, o volante Adriano e o meia Maurício, foi enviada pelo clube à CBF, que a repassará à Conmebol, organizadora da Libertadores. Os cinco reforços poderão ganhar uma chance já diante do River Plate, atual campeão, no jogo marcado para o dia 23, próxima terça, na Argentina.

O maior destaque desta lista é Pedro Rocha, destaque do time no jogo de ida contra o Atlético-MG, nas quartas de final da Copa do Brasil. Na quarta, na partida da volta, ele chegou a balançar as redes, mas o gol foi anulado pelo árbitro de vídeo (VAR) - o Cruzeiro acabou avançando à semifinal mesmo perdendo por 2 a 0, no Independência.

O atacante chegou ao clube mineiro em abril deste ano, vindo do Spartak Moscou, por empréstimo. Pedro Rocha vai vestir a camisa de número 22, que vinha sendo usada por Renato Kayzer. Ele deixou o Cruzeiro para defender a Chapecoense. O atacante vem ganhando espaço na equipe de Mano em razão da queda de rendimento do veterano Fred.

Se não estrear pelo Cruzeiro na Libertadores na terça, o jovem atacante poderá ter nova chance na partida da volta, marcada para o dia 30, no Mineirão. O vencedor do confronto terá pela frente o vitorioso do duelo entre San Lorenzo e Cerro Porteño.

STJD mantém suspensão

Fora de campo, o Cruzeiro sofreu uma derrota nesta quinta. Ao julgar recurso impetrado pelo clube, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manteve punição aplicada ao vice-presidente Itair Machado por descumprimento de outra decisão da justiça desportiva: suspensão de 90 dias e multa de R$ 10 mil.

Itair descumpriu punição aplicada inicialmente pelo TJD-MG por declarações desrespeitosas contra a Federação Mineira de Futebol. Mesmo suspenso - punição durou 15 dias -, ele acompanhou o time do Cruzeiro e até foi ao vestiário na partida contra o Ceará, pelo Brasileirão. Por conta da atitude, foi punido com suspensão mais ampla e multa, decisão que foi confirmada por unanimidade nesta quinta.

Estadão
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade