PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiro

Meu time

Cruzeiro faz grande jogo e derrota o líder Coritiba

A Raposa não teve erros no Couto Pereira e conseguiu trazer os três pontos diante da melhor equipe da competição

8 out 2021 23h33
| atualizado às 23h42
ver comentários
Publicidade

Um surpreendente, eficiente e letal Cruzeiro derrotou o lider Coritiba por 3 a 0, gols de Giovanni, Adriano e Eduardo Brock nesta sexta-feira, 8 e outubro, no Couto Pereira, na capital paranaense, pela 29ª rodada da Série B.

A Raposa fez o seu melhor jogo na competição, sem dar chances ao Coxa, que ainda perdeu um pênalti, defendido por Fábio. A postura em campo não permitiu que o Coritiba tivesse como reagir, pois ficou acuado a maior parte do jogo, pela eficiência defensiva do time de Luxemburgo e um ataque preciso.

Cruzeiro faz grande jogo, surpreende e derrota o líder Coritiba fora de casa
Cruzeiro faz grande jogo, surpreende e derrota o líder Coritiba fora de casa
Foto: Du Caneppele / Gazeta Press

Foi a primeira vitória do Cruzeiro na Série B com um placar acima e dois gols. A equipe azul não vencia por três gols de diferença desde o Campeonato Mineiro, quando fez 4 a 0, no Patrocinense.

Com o resultado, o Cruzeiro subiu para a 11ª posição, com 38 pontos, ficando mais longe do Z4, e ainda mantém uma leve esperança de acesso, pois ainda precisa vencer mais nove jogos para ter chances de subir. O Coxa segue líder, com 54 pontos, sendo que revés para o time azul foi o quarto na Série B.

Sete minutos de perfeição. Cruzeiro faz 2 a 0

Marcando forte, roubando bolas e sendo eficiente no ataque e na defesa. Esse foi o Cruzeiro que conseguiu neutralizar o Coxa. O resultado de tamanha eficiência foram dois gols em sete minutos, com Giovanni e Adriano. Esse futebol deixou o time paranaense atordoado, só conseguindo equilibrar o jogo depois da metade do segundo tempo. Foram sete minutos perfeitos do Cruzeiro.

Coritiba não viu o que o atingiu

O time do Paraná estava apático inicialmente, sendo surpreendido pela Raposa. Depois dos 25 minutos da etapa inicial, criou algumas chances e acabou dando espaços para os contra-ataques do Cruzeiro, que não soube ampliar o placar.

Cruzeiro mantém o ritmo forte e marca o terceiro

O torcedor do Cruzeiro não entendia o que acontecia em Curitiba pois foi a primeira grande atuação do time na Série B deste ano. Ao marcar o terceiro com Eduardo Brock, a equipe mineira não dava chances ao Coxa de reagir. Era um time preciso, letal.

Não teve gol do Léo Gamalho. Fábio, um paredão

O atacante do Coxa, carrasco em vários jogos contra o time azul, sempre marcando gols, perdeu um pênalti após grande defesa de Fábio. Era noite do Cruzeiro no Couto Pereira.

Onde estava esse futebol do Cruzeiro?

Foi um ponto fora da curva a apresentação da Raposa, que funcionou em todos os setores. Sem exceção. Não teve ninguém na equipe destoando de forma negativa. Uma partida que deveria ser o padrão desse time caro e que gerou expectativa de ter chances reais de acesso. O "fio de esperança" de subir foi mantido.

Próximos jogos

O Cruzeiro recebe o Botafogo na terça-feira, 12 de outubro, feriado nacional, no Mineirão, às 21h30. O Coxa encara o Vasco no sábado, 16, às 16h30, em São Januário.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

CORITIBA 0X3 CRUZEIRO

Data: 8 de outubro de 2021

Horário: 21h30 (de Brasília)

Local: Couto Pereira, Coritiba (PR)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira(ambos da BA)

VAR: Péricles Bassols Pegado Cortez (SP)

Gols: Giovanni, aos 2'-1ºT(0-1), Adriano, aos 7'-1ºT(0-2), Eduardo Brock, aos 15'-2ºT(0-3)

Cartões amarelos: Bruno José (CRU), Matheus Pereira (CRU), Willian Farias (COR), Ramon (CRU), Ariel Cabral (CRU), Guilherme Azevedo (COR)

Cartões vermelhos:

CORITIBA (Técnico:Gustavo Morínigo)

Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias (Matheus Sales, aos 37'-2ºT), Val (Guilherme Azevedo, aos 27'-2ºT)e Robinho; Igor Paixão (Willian Alves, aos 25'-2ºT), Rafinha (Biel, aos 37'-2ºT) e Léo Gamalho.

CRUZEIRO (Técnico:Vanderlei Luxemburgo)

Fábio, Rômulo, Ramon, Eduardo Brock, Matheus Pereira (Keké, aos 8'-2ºT), Lucas Ventura (Ariel Cabral, aos 26'-2ºT), Adriano, Giovanni , Bruno José (Felipe Augusto, aos 43'-1º T) , Thiago e Vitor Leque (Léo Santos, aos 27'-2ºT)

Lance!
Publicidade
Publicidade