2 eventos ao vivo

Cruzeiro, de Felipão, encara o Confiança e busca 10º jogo sem derrota na Série B do Brasileiro

Time mineiro vem embalado após derrotar a líder Chapecoense na última jornada

27 nov 2020
09h06
atualizado às 09h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Animado pela vitória sobre a líder Chapecoense por 1 a 0, o Cruzeiro tentará chegar ao décimo jogo sem derrota na Série B do Campeonato Brasileiro. Se ganhar, pode se afastar de vez da zona de rebaixamento e pular para o meio da tabela. O confronto desta sexta-feira, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), será contra o Confiança, pela 24ª rodada. Vindo de quatro vitórias e cinco empates, o time comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari alcançou a marca de 28 pontos, na 15ª colocação. O Confiança também está animado. Bateu o Cuiabá por 2 a 0 e somou para 32 pontos, no décimo lugar.

Antes da partida, a diretoria do Cruzeiro admitiu que ainda está com os salários atrasados. "O Cruzeiro informa que está com uma folha administrativa e uma folha e meia do futebol profissional masculino em aberto. (...) A diretoria tem consciência de que pagar salários é obrigação e não tem medido esforços para colocar as pendências com seus colaboradores em dia", diz a nota. Felipão tem pedido para que a diretoria se esforce para pagar os jogadores.

Recentemente, o Estadão mostrou como o Cruzeiro aposta em sua parceria com o Supermercado BH para sanar algumas dívidas. Seu proprietário já colocou R$ 10 milhões no clube.

Em campo, Felipão terá a volta do experiente Léo. O zagueiro se recuperou de edema ósseo no joelho direito que o deixou fora desde 19 de setembro. Agora, ele brigará por posição com Manoel, Cacá e Ramon. O lateral-esquerdo Matheus Pereira também está de volta após cumprir suspensão. Ele pode pegar a vaga de Patrick Brey.

No Confiança, o técnico Daniel Paulista terá o retorno do lateral-esquerdo Silva. Ele cumpriu suspensão na rodada passada e, agora, volta a titularidade na vaga de Everton. O atacante Bruno Paraíba recebeu o terceiro cartão amarelo e não joga.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade