0
Logo do Criciúma
Foto: Caio Marcelo / Criciúma

Criciúma

Vila Nova empata com o Criciúma e pode deixar o G4 da Série B

30 jun 2017
22h25
atualizado às 22h25
  • separator
  • comentários

Embalados na Série B do Campeonato Brasileiro, Vila Nova e Criciúma se enfrentaram nesta sexta-feira, em partida válida pela 11ª rodada da competição nacional. As equipes não conseguiram balançar as redes e ficaram no empate por 0 a 0.

A partida foi muito movimentada no primeiro tempo, com o Vila Nova aparecendo melhor no ataque e desperdiçando duas boas chances, com Moisés e Alan Mineiro. Já no segundo tempo, o Vila passou a errar mais passes e perdeu poder ofensivo. Nos últimos minutos de jogo, o Criciúma ainda acertou a trave do time da casa.

Com o empate, o Vila Nova se manteve na terceira posição da Série B, mas ainda pode ser ultrapassado até o fim da rodada. Com 19 pontos, os goianos possuem um jogo a mais que Internacional, com 17 pontos, e América-MG, com 16. Enquanto isso, o Criciúma subiu para a sétima posição, mas também pode perder a colocação.

No próximo sábado, o Vila enfrenta o Oeste, penúltimo colocado, fora de casa. Já o Tigre catarinense tem missão difícil. A equipe enfrenta o Internacional, no estádio Beira-Rio, também no sábado, às 16h30 (de Brasília).

O jogo - A partida começou em ritmo lento. Com as duas equipes se estudando muito, as chances de gol demoraram para aparecer. Quando o Vila Nova se lançava ao ataque, pecava no último passe e não conseguia armar bem as jogadas, com o objetivo de finalizar.

Enquanto isso, o Criciúma, por jogar fora de casa, mantinha a postura defensiva e dava espaço para o Vila tocar a bola. O time goiano encontrava dificuldades e, conseguiu levar perigo apenas aos 15 minutos. Após falha da zaga do Criciúma, Moisés finalizou de perna esquerda mas mandou para fora.

Melhor na partida, os goianos passaram a crescer e imprimir um ritmo mais rápido no ataque. Comandados pelo camisa 10 Alan Mineiro, o Vila Nova assustou o goleiro Luiz, quando o meio-campista arriscou de fora da área e exigiu boa defesa. Ao final do primeiro tempo, o time catarinense já havia equilibrado a partida, aumentando a posse de bola e tocando a redonda no campo ofensivo.

A segunda etapa teve início com as duas equipes novamente se estudando. O Vila, no entanto, passou a errar mais passes e não conseguia pressionar o Criciúma no campo defensivo. Com isso, o Tigre catarinense tinha certa liberdade para apostar no contra-ataque.

Em um ataque em velocidade do Vila, o meia Alan Mineiro caiu dentro da área e pediu pênalti, mas o árbitro Daniel Nobre Bins mandou o jogo seguir, irritando os torcedores que compareceram ao estádio Olímpico. O clube anfitrião até chegou a balançar as redes, mas de forma irregular. Moisés lançou para Wallyson, que finalizou para o gol. No entanto, Moisés estava em posição irregular na origem da jogada.

Com o Vila pouco inspirado, o Criciúma equilibrou as investidas e ficou perto de sair com a vitória. Aos 37 minutos, o centroavante Lucão finalizou e acertou a trave esquerda do goleiro Wendell, desperdiçando a melhor chance do jogo.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 0 X 0 CRICIÚMA

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO)

Data: 30 de junho, sexta-feira

Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Daniel Nobre Bins - RS (CBF)

Assistentes: Rafael da Silva Alves - RS (CBF) e Michael Stanislau - RS (CBF)

Cartões amarelos: PH, Guilherme Teixeira e Geovane (Vila Nova);Diego Giaretta e Lucão (Criciúma)

VILA NOVA: Wendell; Brunão (Wallyson), Wesley Matos, Guilherme Teixeira e Gastón Figueira; Geovane (Claudinei), PH,

Alan Mineiro, Maguinho (Léo Rodrigues) e Alípio; Moisés

Técnico: Hemerson Maria

CRICIÚMA: Luiz; Diogo Mateus, Raphael Silva, Edison Borges e Diego Giaretta; Jonatan Lima, Barreto (Ricardinho) e Douglas Moreira; Caio Rangel (Alisson Farias), Lucão e Silvinho

Técnico: Luiz Carlos Winck

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade