PUBLICIDADE

Renan Bressan comemora gols e garante CRB vivo na luta por acesso à Série A

Meio-campista ressaltou que, apesar da necessidade de combinação de resultados, equipe precisa se concentrar somente em vencer o Operário

24 nov 2021 17h01
| atualizado às 17h01
ver comentários
Publicidade

O CRB segue vivo na luta pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro e quem garantiu isso foi o experiente meia Renan Bressan. Decisivo no triunfo diante do Vitória por 3 a 1 na última rodada, o jogador comemorou o feito e afirmou que a noite diante do torcedor teve um gosto mais do que especial.

Renan tem seis gols em 29 partidas desde que chegou ao clube (Divulgação/CRB)
Renan tem seis gols em 29 partidas desde que chegou ao clube (Divulgação/CRB)
Foto: Lance!

- Estádio cheio, despedida da nossa casa e uma vitória que nos deixa muito vivos. É uma satisfação enorme, principalmente pelo fato de estar sendo uma temporada difícil para mim, por estar longe da família, sendo criticado pela torcida. Então, teve um sabor especial, mas sempre pensando no bem maior que é o CRB - afirmou Bressan.

O Regatiano, com a vitória sobre o time baiano, chegou aos 60 pontos e está somente um pontos atrás do Avaí, quarto colocado. Para ficar com a vaga na elite do futebol brasileiro do ano que vem, terá que vencer o Operário, em Ponta Grossa, e torcer para o Avaí não vencer o Sampaio Corrêa, em Santa Catarina.

Para Bressan, o CRB, primeiramente, precisa pensar essencialmente em fazer o seu papel antes de analisar a combinação necessária de resultados. O jogador ainda pregou a necessidade de espírito de luta e dedicação para atingir o objetivo de colocar o clube alagoano na primeira divisão do futebol brasileiro após 21 anos de ausência.

- Primeiramente é fazer o dever em um jogo complicado diante do Operário. O espírito tem que ser de motivação. Em um jogo desse se falar que temos que mudar de profissão. Então, é espírito de muita luta, dedicação e muita fé em busca desse acesso que será histórico para o clube, para a cidade, para o Estado, e para nós jogadores e comissão técnica - finalizou.

Lance!
Publicidade
Publicidade