3 eventos ao vivo

Jornal: Alex diz que Globo cuida mais do futebol brasileiro do que a CBF

9 ago 2013
09h05
atualizado às 09h06
  • separator
  • 0
  • comentários

De volta ao Brasil e principal condutor da campanha do Coritiba no Campeonato Brasileiro, o meio-campista Alex disse, em entrevista publicada nesta sexta-feira no jornal Lance!, que o futebol do País tem a Rede Globo como principal organizadora. De acordo com as palavras do experiente jogador, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) cuida apenas da Seleção Brasileira, deixando o futebol doméstico nas mãos da emissora.

<p>Alex vê excesso de influência da Globo no futebol brasileiro</p>
Alex vê excesso de influência da Globo no futebol brasileiro
Foto: Giuliano Gomes / Gazeta Press

“Acho que a CBF não tem uma interferência dentro do futebol tão grande. A CBF cuida apenas da Seleção Brasileira. Quem realmente cuida do futebol brasileiro é a Globo. A gente sabe que a Globo trabalha na dependência da novela. A gente brinca aqui no Coritiba que os jogos de quarta-feira só rolam depois do último beijo da novela”, disse o jogador, em referência aos jogos das 21h50 (de Brasília) que são televisionados em rede aberta.

O meio-campista acredita que o horário é prejudicial principalmente para o torcedor e ajuda a explicar a dificuldade de encher os estádios no Brasil. Em seu desabafo, Alex ainda voltou a cutucar a confederação.

“Pô, a gente joga bola dez horas da noite. Eu, que vou jogar, vejo uma situação ruim, preciso ficar no hotel o dia inteiro esperando um jogo dez horas da noite. Isso é ruim. Mas estou dentro de um hotel, confortável, tranquilão, vou jogar 90 minutos, tomar banho e vou embora para casa. E o torcedor? O cara sai de casa ou do trabalho, precisa ir para o estádio dez horas da noite, assistir ao jogo, voltar para casa, e ainda precisa acordar sete horas da manhã no outro dia. Poxa, isso é desumano. Por isso que os estádios estão vazios. A CBF é apenas uma sala de reuniões”, complementou.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade