1 evento ao vivo

Em queda livre na Série B do Brasileiro, Coritiba demite o técnico Umberto Louzer

Técnico não resistiu à sequência de quatro derrotas consecutivas e sai após sete meses na equipe

21 set 2019
22h41
atualizado às 22h41
  • separator
  • 0
  • comentários

A derrota para o CRB por 2 a 0, neste sábado, em pleno estádio Couto Pereira, em Curitiba, deixou a situação de Umberto Louzer insustentável no Coritiba. A saída do treinador foi anunciada pelo executivo de futebol Rodrigo Pastana em entrevista coletiva.

"Quero pedir desculpas ao nosso torcedor, estamos envergonhados. Nessa hora temos que tomar decisões. É uma decisão difícil pelo profissional e pelo caráter do Umberto, mas estamos anunciando o seu desligamento", disse Pastana.

Umberto Louzer não aguentou sequência de quatro jogos consecutivos sem vitória e foi demitido neste sábado pelo Coritiba
Umberto Louzer não aguentou sequência de quatro jogos consecutivos sem vitória e foi demitido neste sábado pelo Coritiba
Foto: Coritiba/Divulgação / Estadão

O Coritiba, que chegou a ficar 10 jogos invicto e brigar pela liderança com o Bragantino, está em queda livre. São seis partidas sem vitória, sendo quatro derrotas seguidas. Com 34 pontos, o time caiu para o oitavo lugar.

"Futebol é resultado. Entendo que muitos de vocês da imprensa criticam a troca, mas ela não foi tomada de forma apressada. A gente tinha essa decisão em mente caso o resultado não acontecesse, pois uma demora pode prejudicar ainda mais o clube", explicou o dirigente.

Ex-Guarani e Vila Nova, Umberto Louzer foi anunciado como treinador do Coritiba no final de fevereiro. Em 30 jogos sob seu comando, o time teve um aproveitamento de 53,3% - com 13 vitórias, nove empates e oito derrotas.

Irritada com mais um tropeço em casa, a torcida protestou bastante após a partida e, além de Umberto Louzer, Rodrigo Pastana também foi um dos principais alvos. Durante a entrevista do dirigente, bombas foram ouvidas do lado de fora do estádio Couto Pereira.

Nenhum nome foi discutido entre os dirigentes por enquanto, mas a tendência é que o ex-jogador Mozart, que vem trabalhando nas categorias de base do clube, assuma o comando de forma interina.

Tempo a diretoria vai ter para procurar um novo comandante, já que o Coritiba volta a campo apenas no próximo sábado contra o América-MG, em Curitiba, pela 25.ª rodada. Isso porque o jogo contra o Cuiabá, marcado para esta terça-feira, pela 24.ª rodada, foi suspenso pela CBF por conta das más condições do gramado da Arena Pantanal, em Cuiabá.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade