PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Willian tem contratura na coxa esquerda e é dúvida no Corinthians para o Majestoso

14 out 2021 16h23
| atualizado às 16h23
ver comentários
Publicidade

É pequena a chance do Corinthians contar com Willian no clássico contra o São Paulo, agendado para segunda-feira, às 20 horas, no Estádio do Morumbi.

A Gazeta Esportiva apurou que o camisa 10 foi diagnosticado com uma contratura muscular na região posterior da coxa esquerda.

Internamente, a sensação é de alívio pelo problema não ter alcançado níveis mais graves, como o de um estiramento ou uma distensão, o que elevaria o tempo de recuperação.

Willian passou por exames nesta quinta e será reavaliado nesta sexta. O clube ainda não definiu um prazo para o atleta ficar à disposição de Sylvinho novamente.

Mesmo que apresente uma evolução satisfatória, por precaução, a tendência é de que o Willian seja preservado no Majestoso e volte no outro domingo, dia 24, quando o Corinthians visitará o Internacional, no Beira-Rio. Essa decisão só será tomada após a avaliação de sexta-feira.

O jogador de 33 anos sentiu o desconforto no local pela primeira vez durante a partida contra o Red Bull Bragantino. O mesmo aconteceu diante do Bahia.

Apesar de nenhum lesão ter sido constatada naquele momento, a comissão técnica corintiana tirou Willian do jogo contra o Sport.

Foram sete dias de tratamento e treinos no CT Joaquim Grava, mas bastaram oito minutos em campo, nessa quarta-feira, para Willian sentir a coxa fisgar mais uma vez.

Antes de chegar ao Corinthians, Willian fez toda a pré-temporada europeia com o Arsenal.

Até a reestreia pelo Timão, o último jogo dele havia sido em um amistoso contra o Rangers, em julho. Se contarmos apenas partidas oficiais, o intervalo vai até 9 de maio, quando ele marcou um gol e ajudou os Gunners a vencer o West Bromwich por 3 a 1, pela Premier League.

Com a camisa alvinegra, Willian participou dos confrontos com América-MG, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Bahia e Fluminense. Em todos eles o meia-atacante foi titular, mas não terminou uma única partida, sempre precisou ser substituído. A média é de 55 minutos em campo por jogo.

Gustavo Mosquito e Adson são as alternativas mais prováveis para suprir a ausência de Willian. Jô e Mantuan também podem ser utilizados, caso Sylvinho prefira deslocar Róger Guedes para a ponta esquerda.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade