6 eventos ao vivo

Você sabia? Corinthians é recordista em perder técnicos para a Seleção Brasileira

12 mai 2020
07h04
atualizado às 07h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Corinthians é o clube recordista em "ceder" técnicos para a Seleção Brasileira. Ao todo, o Timão perdeu seu treinador para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em quatro oportunidades.

Em 1998, Vanderlei Luxemburgo comandou um dos grandes times da história do Corinthians, que conquistou o Campeonato Brasileiro daquela temporada. Contudo, o comandante foi convidado para assumir a Seleção no mesmo ano e teve de deixar a equipe alvinegra.

Pouco tempo depois, em 2002, Carlos Alberto Parreira chegou ao Timão e garantiu os títulos do Torneio Rio-São Paulo e da Copa do Brasil. Com o sucesso pelo clube paulista, o técnico tetracampeão do mundo em 1994 foi novamente chamado para treinar a Amarelinha.

Tite deixou o Corinthians em 2016 para assumir o comando da Seleção Brasileira

Técnico da reconstrução do Corinthians, Mano Menezes subiu com o clube à primeira divisão do Campeonato Brasileiro vencendo a Série B de 2008. No ano seguinte, conquistou a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista. Desse modo, a CBF chamou o treinador para substituir Dunga após a eliminação na Copa do Mundo de 2010.

E mais recentemente, em 2016, Tite estava em sua terceira passagem pelo Alvinegro do Parque São Jorge quando foi chamado para treinar a Seleção Brasileira. Atual comandante do Brasil, ele, assim como Mano, ocupou o lugar de Dunga, que havia assumido a posição de Felipão após a desastrosa Copa do Mundo de 2014.

No quesito, Palmeiras e Cruzeiro aparecem atrás do Corinthians, cada um com dois treinadores "cedidos" cada. O Verdão perdeu Oswaldo Brandão em 1975 e Telê Santana em 1980. Já a Raposa viu Felipão deixar o clube para assumir a Seleção em 2001 e Carlos Alberto Silva em 1987.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade