2 eventos ao vivo
Logo do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Corinthians

Tradicional, dupla de volantes do Corinthians passa por instabilidade

16 nov 2018
09h03
  • separator
  • comentários

A sempre reconhecida e temida dupla de volantes do Corinthians perdeu sua tradição e passa por momento de instabilidade. Ralf acumula crédito com a torcida, muito por ainda manter atuações em alto nível e por sua história no clube do Parque São Jorge. Entretanto, seu companheiro no setor de campo, Douglas, não dispõe do mesmo prestígio.

Por conta de sua baixa performance recente e o bom rendimento de Thiaguinho, seu reserva, no Majestoso, o ex-atleta do Fluminense já tinha sua escalação contra o Cruzeiro contestada. Em campo, o meia deu ainda mais argumentos para quem não o quer como titular do Timão: recebeu dois cartões amarelos em 1 minuto e 25 segundos e acabou expulso por Jean Pierre Gonçalves Lima, comprometendo o Corinthians no duelo.

Gaviões da Fiel convoca torcida para protesto no CT nesta sexta

Diário britânico ironiza valor de venda de Balbuena: "Pechincha"

Corinthians sai na frente na final do Paulista Sub-20 em cima do Palmeiras

Outra opção para o setor, o chileno Ángelo Araos também decepciona. Expulso na final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, e também no clássico contra o São Paulo, por acertar o braço no rosto de Reinaldo, o jovem jogador tem atenção especial da comissão técnica corintiana.

A situação do segundo-homem de meio de campo do Timão preocupa ainda mais os torcedores por conta do próprio histórico da dupla de volantes no clube do Parque São Jorge. Cristian e Elias conquistaram Série B (2008), Paulistão e Copa do Brasil (2009) juntos - após a saída de Cristian, Jucilei cumpriu a função de primeiro-homem com alto desempenho.

Depois deles, Ralf e Paulinho formaram a mais icônica e reconhecida dupla na intermediária defensiva do Corinthians. Juntos, venceram Campeonato Brasileiro (2011), Libertadores e Mundial de Clubes (2012), além do Campeonato Paulista de 2013. Com ida marcada ao Tottenham, Paulinho foi substituído por Guilherme, que conquistou a Recopa Sul-Americana com a camisa do Timão.

Depois, a volta de Elias fortaleceu o setor dos volantes corintianos, que ao longo de 2014 (e dos próximos dois anos) contou com Ralf, Guilherme, Bruno Henrique e Petros como destaques, em momentos distintos. Em 2017, a função passou por uma renovação com Gabriel e Maycon: o primeiro ainda está no elenco do Timão, enquanto o segundo foi negociado ao Shaktar Donetsk.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade