9 eventos ao vivo

Tiago Nunes admite queda física, reclama de pênalti e diz que Luan volta ao time contra o Grêmio

12 ago 2020
23h30
atualizado às 23h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Corinthians perdeu para o Atlético-MG nesta quarta-feira por 3 a 2 depois de abrir dois gols de vantagem na etapa inicial. Após o confronto no Maracanã, o técnico Tiago Nunes admitiu que a equipe paulista sentiu o desgaste físico no segundo tempo, quando o Galo conseguiu marcar os gols.

"Penso que a sequência dos jogos acaba trazendo uma sobrecarga maior no segundo tempo, hoje fizemos o sétimo jogo em 20 dias, sendo que os seis jogos anteriores com caráter decisivo, isso traz uma implicância física e emocional muito grande. Viemos de semifinais, final também muito desgastante fisicamente, e lógico que a própria qualidade do adversário também traz dificuldade".

O técnico corintiano também afirmou que o Galo esteve, sim, em vantagem por ter iniciado os trabalhos pouco mais de um mês antes do Corinthians em meio a pandemia do coronavírus.

"Com certeza. Equipes que voltaram antes, quase um mês antes, vão ter vantagem nesse momento, vantagem técnica, que causa um desequilíbrio natural".

Além disso, Tiago Nunes fez uma avaliação da queda de rendimento na etapa final do confronto no Mineirão e chegou a reclamar de um pênalti não marcado.

"Principalmente pelos duelos, o time demorou a encaixar a marcação, ficar mais com a bola. O Atlético subiu a marcação. Quando a gente conseguiu tocar a bola, a gente saiu dessa pressão. Tivemos a chance do terceiro gol, quer ia sacramentar o resultado. Tivemos a chance no final, que o defensor tirou em cima da linha, tivemos, na minha opinião, um pênalti claro, onde o goleiro do Atlético fez pênalti em cima do Ruan, onde não foi dado. São circunstancias que acabam, dificultando o jogo, mas temos certeza que estamos em um caminho de evolução".

Apesar de Hyoran ter entrado no intervalo e feito dois gols em oito minutos, Tiago Nunes negou que tenha sido pego de surpresa com as mexidas de Jorge Sampaoli.

"Não, porque o Sampaoli não fez nenhuma mudança tática, só mudou as características dos jogadores, um pouco mais leves, inteiros, mas taticamente ele manteve a mesma postura. E os jogos contra o Atlético esse ano, assim como era o Santos, vão ser assim, muito abertos".

Luan volta

A ida de Luan para o banco de reservas nesta quarta não quer dizer que o camisa 7 perdeu vaga no time. O técnico do Corinthians deixou claro que a opção se deu apenas por lima questão física e que na próxima partida, contra o Grêmio, fora de casa, Luan retomará seu posto.

"Pela questão física, optei por preservar ele, ele vinha numa intensidade muito grande, ele apanhou muito nesses dois jogos finais (do Paulista), saiu machucado, então a gente resolveu dar um fôlego para ele, respirar mais, nem utilizei e nem pensei em utilizar no jogo, mas queria que ele estivesse no contexto da equipe, até para valorizar a entrada do Araos. Mas, sábado, retorna normalmente".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade