PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Sylvinho critica validação de gol do Atlético-GO e evitar falar sobre Willian

No lance, Brian Montenegro estava em posição irregular e, na interpretação do treinador corintiano, interferiu na jogada e, por isso, o tento goianiense deveria ser anulado

12 set 2021 23h23
ver comentários
Publicidade

A validação do gol marcado por Zé Roberto, do Atlético-GO, no empate por 1 a 1 com o Corinthians, neste domingo, foi criticada pelo técnico Sylvinho, que acredita que Brian Montenegro, em condição irregular, interferiu no lance, apesar de não ter tocado na bola. O gol foi validado pelo árbitro Antonio Dib Moraes de Souza no campo, mas ele foi aconselhado pelo árbitro de vídeo, Heber Roberto Lopes, a revisar a jogada

Dib passou cerca de quatro minutos avaliando as imagens até concluir que não houve interferência de Montenegro. O lance começou com uma cobrança de falta. Quando a bola chegou na área, Montenegro tentou cabecear, posicionado à frente do corintiano Roger Guedes, mas ela passou e encontrou a cabeça de Zé Roberto, que marcou.

"Eu tenho uma opinião, obviamente que eu vou externar. Respeito todas as opiniões, essa é a minha: tem uma interferência. Uma bola que viaja a 60, 70, 90 quilômetros por hora, não sei quanto viaja essa bola, mas, olha, um metro e meio na sua frente sobe um atleta, como é que não tem interferência? Eu vejo assim, sabendo que as coisas são velozes, são milésimos de segundos que tiram sua reação", opinou Sylvinho.

Ao ser questionado sobre outro tema polêmico, a ausência de Willian no jogo em razão da quarentena imposta pela Anvisa, o treinador preferiu não falar muito. O ex-meia do Arsenal chegou ao clube no dia 1ª de setembro e, segundo a agência, assinou um formulário em que se comprometia a realizar uma quarentena de 14 dias, pois veio do Reino Unido, país da lista vermelha do Brasil para o controle da circulação das variantes do coronavírus.

Apesar disso, o jogador vinha treinando normalmente e estava cotado para jogar neste domingo, mas um alerta emitido no sábado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fez com que ele não fosse relacionado. Sylvinho não se posicionou sobre o corrido, limitando-se a exaltar Gabriel Pereira, que ficou com a vaga no time titular e marcou o gol corintiano.

"O Willian treinou como todos os demais atletas treinam, preparamos todos eles para o jogo. Eles sabem internamente que parte do nosso discurso, além do que é tática, além do que é físico, eles sabem que existe uma preparação coletiva, mas há também uma preparação individual dos atletas, eles trazem do clube para o elenco. Em decorrência desse preparo, surgiu o GP, um atleta que estamos trabalhando e tem dado boa respostas", comentou o treinador.

Com o empate por 1 a 1, o Corinthians segue na sexta colocação, agora com 29 pontos. A próxima partida está marcada para domingo que vem, contra o América-MG, e ainda não é certo se Willian poderá participar do jogo.

Estadão
Publicidade
Publicidade