0
Logo do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Corinthians

Por clássico, Corinthians freta avião; Díaz e Romero vão ao Paraguai

11 out 2018
08h42
atualizado às 08h42
  • separator
  • comentários

O Corinthians fretou um avião na noite desta quarta-feira para levar o seu elenco a São Paulo e ter a melhor preparação possível para o clássico contra o Santos, no sábado, às 19h (de Brasília), no estádio do Pacaembu. Ciente da importância do embate contra o rival, a diretoria fez com que o elenco deixasse o estádio do Mineirão, onde foi superado por 1 a 0 pelo Cruzeiro, diretamente para o aeroporto da Pampulha, de onde partiu um avião durante a madrugada para São Paulo.

A avaliação dos alvinegros foi de que era necessário esse período de recuperação maior já na cidade de São Paulo, podendo preparar a equipe da melhor forma possível para o embate. O técnico Jair Ventura já deixou claro que não vai utilizar a equipe titular, dando descanso aos atletas vislumbrando o reencontro com o Cruzeiro, na próxima quarta-feira, no dia 17.

O fato de voarem logo após o duelo fez com que poucos jogadores parassem para a atender a imprensa na zona mista improvisada do estádio. Jadson e Emerson Sheik, os dois últimos a deixar o vestiário, por exemplo, pediram desculpas e disseram que o ônibus já estava de saída.

Quem destoou do restante do elenco foi a dupla de atacantes paraguaios Ángel Romero e Sérgio Díaz. Convocados para um período de treinos da seleção, eles saíram do vestiário sem o uniforme de viagem do clube, já trajados com roupas sociais. Ambos são esperados para o trabalho da tarde na capital Assunção, sob a batuta do técnico Juan Carlos Osorio.

Com o resultado do embate, o Corinthians, que contou com uma linda festa da torcida para se aguentar em campo. agora precisa vencer por dois gols de diferença em casa para reverter a vantagem adversária e conseguir chegar ao seu quarto título da competição. Do outro lado, os mineiros terão de empatar para segurar o resultado e conquistar o sexto troféu do torneio na sua história, sendo o segundo consecutivo. Vitória simples dos paulistas leva a decisão aos pênaltis.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade