0
Logo do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Corinthians

No DM, Jadson e Pablo ainda não têm previsão de retorno aos campos

9 ago 2017
06h42
  • separator
  • comentários

O zagueiro Pablo e o meia Jadson são os dois titulares do Corinthians que fizeram a comissão técnica comemorar o fato de, nos próximos 32 dias, o time entrar em campo apenas três vezes. Mesmo com pouco mais de um mês para recuperá-los antes de uma série de clássicos e jogos eliminatórios, porém, o departamento médico corintiano ainda não tem precisão para o retorno da dupla.

"Eles continuam no departamento médico ainda", disse o preparador físico do clube, Walmir Cruz, que acredita ter condição de estipular um dia para a volta dos dois apenas quando ambos estiverem liberados para os exercícios físicos no gramado.

"A partir do momento em que estiverem fazendo a transição, vamos ter um prazo mais ou menos estipulado. Não podemos bancar, mas vamos ter mais ou menos a partida que eles estarão à disposição para atuar", avaliou Walmir, ansioso para colocar à disposição de Fábio Carille os dois.

Com duas fraturas na região das costelas, o camisa 10 teve o seu retorno estimado em 30 dias pelo departamento médico. Como atuou pela última vez contra o Avaí, na Ressacada, no dia 19 do mês passado, ele teoricamente poderia ficar à disposição diante do Vitória, exatamente no dia 19 deste mês. Até o momento, porém, nada indica esse retorno.

O caso do defensor é um pouco mais grave, já que o estiramento grau 2 na coxa direita o deixaria de molho por um mês e meio. Sendo assim, o jogo que ele tem mais chance de jogar é justamente o primeiro depois da segunda parada, entre o fim de agosto e o começo de setembro, na janela de jogos da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. O rival será o Santos, no dia 10, na Vila Belmiro.

"O atleta, quando é liberado pelo departamento médico, ele já está fazendo algo lá dentro, então não vai de uma inatividade para uma atividade alta em campo. Ele já vem se adaptando lá dentro, e aqui fazemos só o polimento", relembrou Walmir, sem descartar a possibilidade de ter os dois mais rápido do que o esperado de volta aos gramados. Com ou sem eles, porém, o trabalho da comissão técnica será o mesmo.

"Não, a ideia principal é realmente recuperar esses atletas desgastados. O segundo turno é outro campeonato, e precisamos estar bem fisicamente. Desde o Paulista o Corinthians já mostra seu DNA, com todo mundo jogando e marcando. Conseguimos êxito no Paulista, e estamos fazendo esse trabalho jogo a jogo pensando também no Brasileiro", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade