PUBLICIDADE
Logo do Corinthians

Corinthians

Favoritar Time

Marcelo Paz, CEO do Fortaleza, recusa proposta do Corinthians

Responsável pela mudança de patamar do clube tricolor, dirigente diz não à equipe paulista em meio a crise institucional

12 jun 2024 - 19h51
(atualizado às 20h01)
Compartilhar
Exibir comentários

Marcelo Paz, CEO do Fortaleza, recusou uma proposta do Corinthians para assumir o cargo de CEO da equipe paulista. Na noite desta quarta-feira, dia 12 de junho, o dirigente afirmou, por meio de um comunicado publicado nas redes sociais, que recebeu um convite do time alvinegro, mas que optou por continuar seu trabalho no time cearense.

"Entendo que ainda há muito para fazer pelo Tricolor e por isso comunico minha permanência no cargo de CEO do Fortaleza EC SAF", afirmou Paz em comunicado. Ainda na nota, o dirigente disse que considera o convite um "reconhecimento pelo trabalho dedicado" ao clube tricolor.

"Minha decisão se baseia em pilares importantes como a convicção do crescimento da equipe no âmbito esportivo, o meu compromisso assumido e a palavra dada quando, em 2023, me tornei CEO de um projeto de SAF que dá seus primeiros passos, além do imenso amor que sinto pelo meu clube do meu coração."

O nome de Paz era ventilado nos bastidores do Corinthians há algum tempo. O presidente Augusto Melo convidou o dirigente para que ele pudesse organizar financeiramente e administrativamente a equipe alvinegra. A equipe paulista vive uma crise institucional sem precedentes, tendo perdido seu patrocínio master após acusações de lavagem de dinheiro no repasse do valor acordado.

Formado em administração de empresas pela Universidade Federal do Ceará, Marcelo Paz é empresário e foi presidente do Fortaleza de 2017 a 2023, quando renunciou ao cargo para assumir como CEO da SAF do clube.

O empresário ficou conhecido como o responsável pela forma ambiciosa de gerir o clube. Nos últimos anos, Paz reformou o centro de treinamento, ousou nas contratações e conseguiu mudar o patamar da agremiação. Desde que assumiu como presidente, o Fortaleza conquistou o título da série B do Campeonato Brasileiro e levou o time tricolor para a disputa da Copa Libertadores.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade