PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Impedido de estrear, Willian fica fora de treino corintiano

Meia-atacante cumpre quarentena após chegar a viajar a Goiânia, para enfrentar o Atlético-GO, mas ser impedido de atuar por normas da Anvisa

13 set 2021 14h01
| atualizado às 16h52
ver comentários
Publicidade

O meia-atacante Willian não participou do treinamento do Corinthians na manhã desta segunda-feira, no CT Joaquim Grava. O atleta ficará em isolamento, na sua residência, até quarta, cumprindo o restante de uma quarentena, devido a sua recente chegada da Inglaterra, vindo ao Brasil.

Willian tem treinado com o elenco do Timão desde o último dia 2 de setembro (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Willian tem treinado com o elenco do Timão desde o último dia 2 de setembro (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

O camisa 10 chegou a viajar a Goiânia e participaria do jogo diante do Atlético-GO, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro, mas foi surpreendido por um comunicado da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) dizendo que ele não poderia entrar em campo, já que na sua chegada em território brasileiro assinou um termo no qual se comprometia a se resguardar durante 14 dias.

A ação do órgão está baseada na Portaria 655, publicada no Diário Oficial da União, no dia 23 de junho, que dispõe sobre a entrada de pessoas vindas do Reino Unido, Irlanda do Norte, África do Sul e Índia, o que é o caso de Willian. Ele estava na Inglaterra, que faz parte do Reino Unido, até o último dia 31 de agosto, quando se desvinculou do Arsenal, clube que defendia no país europeu, para acertar com o Corinthians.

O documento restringe a entrada de estrangeiros, vindo dos países citados acima, no Brasil. No entanto, o artigo terceiro autoriza o ingresso de brasileiros, como uma ressalva feita no artigo sétimo, no qual menciona o comprometimento que essas pessoas firmem, de maneira formal, de que cumprirão 14 dias de quarentena após chegar em solo nacional.

No entanto, na mesma data em que desembarcou no Brasil, Willian foi apresentado pelo Corinthians na festa de 111 anos do clube, em 1º de setembro. Nos dias seguintes treinou normalmente no clube e até mesmo concedeu uma entrevista coletiva de apresentação.

No sábado pela manhã, fiscais da Anvisa foram até a casa do atleta, que já havia embarcado rumo a Goiânia. Profissionais da Agência na capital de Goiás, portanto, foram até o hotel onde o time corintiano estava hospedado para comunicar ao clube e ao jogador que ele não poderia atuar no domingo, incluindo alerta sobre o possibilidade detenção do meia-atacante, caso a recomendação fosse descumprida.

Diante do cenário, Willian não foi relacionado para o confronto diante do Atlético-GO e retornou a São Paulo para cumprir o restante da quarentena, junto da família.

O Corinthians, ainda que tenha obedecido às questões pontuadas pela Anvisa, as questionou, em nota oficial, onde menciona, inclusive, "tratamento desigual" dos órgãos envolvidos.

Desde o início da semana passada, o departamento jurídico corintiano se debruçou em informações que, segundo o clube, resguardavam a possibilidade de Willian atuar contra o Atlético-GO.

Como a atividade que ocorreu na manhã desta segunda-feira, no CT corintiano, foi regenerativa, com apenas os reservas da partida contra o Atlético-GO em campo, e nesta terça-feira o elenco folgará, a tendência é de que Willian participe de toda a atividade do clube na quarta-feira visando o próximo compromisso da equipe, no domingo, às 18h15, contra o América-MG, na Neo Química Arena.

Lance!
Publicidade
Publicidade