4 eventos ao vivo

Há 11 anos, Corinthians conquistava título invicto do Campeonato Paulista

3 mai 2020
08h21
atualizado às 08h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Corinthians foi uma das equipes mais vitoriosas nos últimos anos, com diversas conquistas importantes como Brasileiros, Libertadores e Mundial. Neste domingo, um título que iniciou a sequência de sucesso do Timão completa 11 anos: o do Campeonato Paulista de 2009.

No dia 3 de maio daquele ano, a equipe dirigida por Mano Menezes garantia o empate em 1 a 1 com o Santos no Pacaembu para levantar o seu 26º título estadual. Depois de enfrentar um 2008 na Série B, o Corinthians reencontrava o caminho das glórias.

Após conquistar o acesso à elite nacional, Mano Menezes buscava títulos importantes para recolocar o Timão em seu lugar. Com a base do elenco do ano anterior, o treinador ainda ganhou nada menos do que Ronaldo Fenômeno como o grande reforço para aquela temporada.

O Corinthians terminou a primeira fase da competição com a terceira melhor campanha, atrás de Palmeiras e São Paulo, e de maneira invicta. Nas semifinais, o adversário foi o Tricolor Paulista, e o Timão levou a melhor. Com vitória por 2 a 1 no Pacaembu e um novo triunfo, desta vez por 2 a 0, no Morumbi, o Alvinegro garantiu a vaga na decisão contra o Santos.

A final ficou marcada para sempre na memória da Fiel. O jogo de ida aconteceu na Vila Belmiro e foi uma das principais atuações de Ronaldo com a camisa do Timão. Mesmo fora de casa, o Corinthians abriu o placar logo no início do primeiro tempo com Chicão. Minutos depois, o Fenômeno dominou com extrema categoria, avançou e ampliou o marcador para os visitantes.

No início da segunda etapa, o Santos até descontou, mas veio o golaço de Ronaldo para selar a vitória corintiana. Elias lançou pelo lado direito do ataque, o camisa 9 avançou, tirou o marcador da jogada com um corte de letra, e bateu com extrema categoria para encobrir Fábio Costa e anotar uma verdadeira obra prima na Vila Belmiro.

No jogo de volta, o Timão podia perder por até um gol de diferença e ainda assim seria campeão. Apesar disso, o elenco corintiano não queria saber de derrota, pois buscava o título invicto.

O duelo no Pacaembu foi mais equilibrado, e o Santos tratou de abrir o placar na primeira etapa com Kléber Pereira, de pênalti. Mesmo assim, o Corinthians não se assustou e chegou ao gol de empate que selou o título. Pelo lado esquerdo, Dentinho tocou para o meio da área e André Santos veio de trás para bater firme na bola e igualar o jogo.

O Timão conquistava ali o seu 26º título de Campeonato Paulista. O capitão William ainda passou por um susto na celebração, pois o papel picado e as faíscas formaram chamas no palanque formado na hora de levantar a taça. Depois do rebaixamento e a disputa da Série B em 2008, iniciava ali, com aquela conquista, uma reconstrução no clube, que veio a resultar nos títulos de Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Libertadores e Mundial nas temporadas seguintes.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade