1 evento ao vivo

Gabriel aprova Corinthians mais ofensivo, apesar de tropeços recentes

29 nov 2019
08h09
atualizado às 08h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Gabriel voltou a ser titular do Corinthians assim que Dyego Coelho foi confirmado como sucessor interino de Fábio Carille. Além da mudança na escalação da equipe, a postura coletiva também foi radicalmente modificada, como explicou o próprio volante, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

"Mudou o treinamento, na forma do time jogar. A equipe vem treinando mais saída de bola, tentando sair mais com a bola, coisas que não víamos o time fazendo antes. Estamos mais confiantes. Vale ressaltar o trabalho positivo do Coelho, tem um entendimento tático muito grande, é um cara que gosta de jogar para frente, no campo do adversário".

Apesar de evitar 'cutucadas' ao ex-comandante, com quem sempre gozou de confiança, Gabriel não esconde que a nova estratégia tem sido benéfica. Por isso, a confiança em conquistar uma vaga na próxima Copa Libertadores da América é grande.

"A gente sabe como é importante ter resultados no futebol, e a chance de ganhar é bem maior quando você joga bem. Vínhamos tentando fazer isso com o Carille, fizemos grandes jogos com ele. Chegou um momento que as coisas não estavam fluindo, não estavam acontecendo. É uma fase do futebol, acontece. O ciclo dele encerrou e veio o Coelho, com uma ideia diferente, de jogar mais para a frente. Não estamos correndo mais, talvez estamos correndo mais certo. Você pode fazer uma pressão, ao invés de recompor e cansar mais", comentou.

Mauro Boselli chamou atenção para o fato do vestiário da equipe no Rio de Janeiro, depois da derrota para o Botafogo, contrastar com o resultado negativo, tudo porque o time dominou o adversário mesmo fora de casa.

Na última quarta, a vitória sobre o Avaí veio com o maior número de finalizações do time em uma partida no Brasileirão: 31 chutes. Dessa vez, isso foi traduzido no placar: 3 a 0, uma diferença até então não conquistada em nenhum outro compromisso do Corinthians em 2019.

"A performance da equipe melhorou, independentemente de vencer, empatar ou perder. Perdemos para o Botafogo fazendo um grande jogo, ontem ganhamos do Avaí fazendo um grande jogo de novo. A ideia é repetir isso contra o Atlético, para chegarmos perto da classificação direta da Libertadores", concluiu Gabriel.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade