PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Em função mais defensiva com Sylvinho, Fagner é líder de desarmes do Corinthians no Brasileirão

Lateral-direito também é o terceiro colocado no quesito em toda a competição nacional

25 set 2021 11h16
| atualizado às 11h16
ver comentários
Publicidade

Acostumado em ser um lateral que apoia ofensivamente, Fagner tem atuado em uma função mais defensiva, desde a chegada do técnico Sylvinho, no mês de maio. E isso já tem se mostrado nos números, já que o atleta é o líder do Corinthians em desarmes no Brasileirão.

Fagner é titular praticamente garantido no Dérbi deste fim de semana (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)
Fagner é titular praticamente garantido no Dérbi deste fim de semana (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)
Foto: Lance!

Em 21 partidas do Timão no Campeonato Brasileiro, o camisa 23 ficou fora de apenas uma, por conta de um problema na panturrilha, na vitória corintiana sobre o Grêmio, em Porto Alegre, pela 18ª rodada da competição. E no total, foram 61 desarmes no torneio nacional.

Além de ser o melhor jogador do Corinthians no quesito, Fagner é o terceiro no campeonato, atrás apenas do cearense Fernando Sobral, que tem 77 desarmes em 19 jogos, e Ederson, volante do Fortaleza, mas que pertence ao Timão, que tem 64 desarmes (três a mais que o lateral corintiano), em 20 partidas disputadas.

O período em que os números foram computados marca justamente um momento de mudança de postura de Fagner em campo. A primeira rodada do Brasileirão coincidiu com a estreia do técnico Sylvinho no Time do Povo, e consequentemente com o posicionamento mais voltado a parte defensiva do lateral-direito.

Além dos 21 jogos do Brasileirão até aqui (20 com Fagner em campo), o Corinthians entrou em campo duas vezes pela Copa do Brasil, sob o comando do atual treinador. Em apenas uma o camisa 23 esteve em campo, já que foi expulso aos 17 minutos do segundo tempo, na derrota por 2 a 0, no jogo de ida, na Neo Química Arena. Ainda assim, nesta partida, o jogador fez três desarmes.

No total, portanto, desde a chegada de Sylvinho ao comando técnico corintiano, Fagner tem 21 partidas disputadas, todas como titular e 18 atuando os 90 minutos (só saiu em ocasiões de lesões e expulsão), e 64 desarmes no período.

Lance!
Publicidade
Publicidade