1 evento ao vivo

Éderson revela família corintiana e se emociona: "Orgulhoso por ter chegado até aqui"

4 ago 2020
23h13
atualizado às 23h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Destaque do Corinthians no mata-mata do Campeonato Paulista com dois gols em dois jogos, Éderson assumiu a titularidade do time de Tiago Nunes e deve ser peça importante no Derby válido pela final do Campeonato Paulista. Mas a relação do volante com o Timão é bem anterior a sua contratação no início do ano.

Natural de Campo Grande-MS, o jovem de 21 anos tem família corintiana. "Minha mãe, irmão e vó são corintianos, então eu cresci vendo o Corinthians na televisão", contou à Corinthians TV.

As primeiras lembranças do jogador, aliás, são de duas referências de sua posição: Paulinho e Elias. "Acho que uma das minhas primeiras lembranças são do Paulinho e Elias aqui no auge da carreira, faz um tempinho, mas acho que essa é a primeira lembrança que eu tenho quando falam do Corinthians", seguiu.

O volante ainda conta que, assim que decidiu ser jogador de futebol, a família o incentivou e disse um dia ainda vestiria a camisa do Alvinegro. Por conta do coronavírus, nem a mãe, nem a vó corintianas de Éderson conseguiram vê-lo jogar na Arena, mas o atleta espera providenciar isso assim que a pandemia acabar.

"Hoje poder realizar o sonho delas é um motivo de muita felicidade para mim. Espero que mais para frente elas possam vir, realizar mais um sonho, que é assistir um jogo no estádio, ver como é toda essa emoção de jogo", disse.

Antes de entrar em campo pela maior decisão de sua carreira, o volante se emocionou ao deixar um recado para seus familiares.

"Com certeza sendo campeão eu vou levar essa medalha com muito orgulho para elas. Mãe, eu queria agradecer muito pelo apoio que você me deu no começo, todas as dificuldades que você passou, só você sabe a dificuldade que a gente passou", contou.

"Quando eu lembro fico muito emocionado com isso, muito feliz com tudo o que nós estamos conquistando, que isso não é só para mim, é para todos nós. Eu fico orgulhoso por ter chegado até aqui e espero que consiga ir ainda mais longe, para poder dar uma vida melhor para todos nós - esse sempre foi o meu objetivo e hoje eu posso agradecer você, minha vó e a toda a nossa família por sempre estar do meu lado, em todas as dificuldades", concluiu o volante.

Corinthians e Palmeiras entram em campo nesta quarta-feira, às 21h30 (Brasília), na Arena, pelo jogo de ida da final do Paulistão. A partida decisiva ocorre no sábado, às 16h30, no Allianz Parque.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade