0

Diretor do Corinthians garante a permanência de Carille

Declaração foi feita após derrota para o Cruzeiro por 2 a 1, o quinto jogo seguido do time alvinegro sem vitória

20 out 2019
04h41
atualizado às 08h46
  • separator
  • 0
  • comentários

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, tratou de acabar com qualquer especulação e garantiu a permanência do técnico Fábio Carille no comando da equipe. A declaração foi feita após a derrota por 2 a 1, de virada, para o Cruzeiro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Carille concede entrevista ao lado do diretor Duílio Monteiro.
Carille concede entrevista ao lado do diretor Duílio Monteiro.
Foto: Danilo Fernandes / FramePhoto / Estadão Conteúdo

"O Corinthians não vai trocar de treinador. O Fábio tem contrato até o fim do ano que vem. Estou aqui para falar que não existe essa possibilidade de mudança. Não existe conversa com outro treinador", afirmou o dirigente.

Duílio decidiu dar entrevista porque na última semana houve especulação sobre eventuais técnicos que poderiam substituir Carille no comando do Corinthians. "O time ainda está na quarta posição, ele tem nossa confiança. Começou muita especulação de que a diretoria estaria em contato com outros técnicos e isso nunca existiu. Lógico que depois de uma derrota vai começar especulação e isso só atrapalha o dia a dia. Por isso estou aqui para garantir a permanência do Carille", comentou.

O Corinthians acumulou o quinto jogo seguido sem vitória no Campeonato Brasileiro e agora está ameaçado no G-4. O time alvinegro está em quarto lugar com 44 pontos, um a mais do que o São Paulo, que receberá o Avaí neste domingo no Morumbi. Carille agora terá a semana livre para trabalhar antes do clássico com o Santos, sábado, na arena em Itaquera.

O treinador disse ter gostado da intensidade da equipe na derrota para o Cruzeiro, mas lamentou os passes errados. "Foram muitos. Precisamos corrigir isso. Teremos cinco dias para trabalhar. Alguma coisa vai ser feita", comentou.

Para o clássico, o Corinthians não contará com o lateral-direito Fagner e o zagueiro Bruno Méndez, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. A boa notícia para o treinador é que ele voltará a contar com Cássio e Gil, que cumpriram suspensão, e com Manoel, que não pôde ser relacionado porque pertence ao Cruzeiro.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade