PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Corinthians vai lançar o "Fala Timão" nessa quarta-feira; saiba valores e detalhes

15 jun 2021 14h59
| atualizado às 14h59
ver comentários
Publicidade

O Corinthians vai oficializar, nessa quarta-feira, uma parceria com a TIM que vai permitir ao clube lançar o seu próprio chip para smartphones, conforme antecipado pela Gazeta Esportiva em abril.

O contrato, já assinado, tem validade até dezembro de 2023 e vai render ao Timão R$ 1,4 milhão, além de royalties sobre o lucro adquirido com vendas.

O "Fala Timão", nome escolhido para o produto, terá planos que vão partir de R$ 25,00.

O chip do Corinthians vai permitir uma personalização exclusiva na tela do smartphone

Essa será a terceira tentativa do clube em emplacar o próprio chip. O "Chip do Timão", em 2010, e o "+Smartimão", em 2017, não vingaram.

A expectativa de sucesso, agora, existe por três motivos:

1-Preço

O projeto prevê que o novo chip do Corinthians tenha um valor popular e, se possível, seja o mais barato do mercado.

2-Qualidade

O departamento de marketing do clube confia que o serviço oferecerá alta qualidade ao consumidor, tanto em ligações como no acesso à internet.

3-Serviço

Quem aderir ao chip do Corinthians terá todos os serviços à disposição: internet, 4G, SMS, além de telefonia. Se preferir, o torcedor também poderá fazer a portabilidade sem perder seu número.

O sistema operacional será o Mobile Virtual Network Operator (MVNO). Segundo o site especializado "Tecnoblog", o MVNO é uma operadora de rede móvel virtual que, basicamente, compra o direito de utilizar parte da infraestrutura oferecida por uma ou mais operadoras móveis. Com uma MVNO, a empresa fica responsável somente pela comercialização e faturamento do serviço, além do atendimento aos clientes, o que permite uma oferta de preços mais acessíveis.

Em 26 de janeiro, durante entrevista coletiva ao lado do presidente Duilio Monteiro Alves, o superintendente de marketing e comunicação do Corinthians, José Colagrossi Neto, chegou a revelar que havia um acordo fechado com uma "parceria de telefonia celular" e, na ocasião, comentou que a novidade geraria uma "receita importante" ao clube.

O lançamento oficial, no entanto, precisou ser adiado devido aos reflexos causados pela pandemia do cornavírus. As restrições criaram dificuldades com a parte operacional.

Com todas as pendências resolvidas e a confiança de que, diferente das outras oportunidades, dessa vez o chip do Corinthians vai oferecer um produto acessível e de qualidade, o lançamento vai acontecer nessa quarta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade