PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Corinthians vai à CBF para ouvir áudio dos árbitros; clima com Gaciba esquenta nos bastidores

12 set 2021 21h59
| atualizado às 21h59
ver comentários
Publicidade

O Corinthians vai à CBF protestar formalmente contra a arbitragem da partida deste domingo, diante do Atlético-GO, no Estádio Antônio Accioly.

O clube quer evitar manifestações públicas neste momento, mas a Gazeta Esportiva apurou que a diretoria alvinegra decidiu, logo após o término do jogo, que vai cobrar explicações de Leonardo Gaciba, presidente da comissão de arbitragem da CBF.

A intenção da cúpula corintiana é ouvir o áudio da conversa entre o árbitro Antonio Dib Moraes de Sousa e Heber Roberto Lopes, responsável pelo VAR em Goiânia.

Tudo por causa do gol anotado por Zé Roberto, aos 43 minutos da etapa final, que impediu a vitória corintiana nesta 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No lance em questão, o paraguaio Brian Montenegro, em clara posição de impedimento e apesar de não tocar na bola, correu em direção à bola, chegou a saltar para cabecear e acabou trombando tanto em Zé Roberto quanto em Róger Guedes, que estava na marcação, na sequência.

O VAR solicitou a revisão da jogada e o árbitro de campo foi ao monitor. Mesmo assim, a decisão final foi pela confirmação do gol para a equipe da casa.

Internamente, o sentimento é de impotência e indignação entre membros da diretoria. A relação com Gaciba tem se desgastado nos bastidores nos últimos meses devido a outras polêmicas que envolveram o Timão nesta temporada, e o clima deve ficar ainda mais complicado a partir de agora.

O Corinthians, inclusive, tem procurado por outros dirigentes da CBF, que não integram a comissão de arbitragem, para reforçar seu pedido por melhoria na preparação dos árbitros brasileiros, além de punições mais severas contra àqueles que têm cometido erros graves em campo.

Para alguns diretores do Corinthians, Leonardo Gaciba nunca admite as falhas de seus comandados e também não se preocupa em esclarecer as situações.

Há pouco mais de dois meses, o presidente Duilio Monteiro Alves externou sua irritação com a arbitragem na partida do Corinthians contra o Internacional, na Neo Química Arena, quando o Colorado teve um pênalti a seu favor mesmo com o atleta que sofreu a falta sendo flagrado em posição de impedimento, indo em direção à bola.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade