PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Favoritar Time

Corinthians tem novas dúvidas médicas em momento delicado da temporada

4 ago 2022 - 08h03
Ver comentários

O técnico Vítor Pereira voltou a ganhar um problemão para a sequência de jogos decisivos do Corinthians na temporada: as dúvidas médicas referentes aos meio-campistas Maycon e Willian.

Ainda não se tem uma atualização da situação do camisa 5, que acabou substituído na derrota por 2 a 0 para o Flamengo, na última terça, após desabar no gramado em duas oportunidades. Ele foi atingido por Thiago Maia, que recebeu cartão amarelo por conta da pancada.

Anteriormente, Maycon já havia sofrido com uma lesão muscular de grau 3 no músculo adutor da coxa direita, quando ficou um longo período fora para sua recuperação. Após seu retorno, porém, ele participou dos últimos cinco jogos (quatro como titular).

Já a situação de Willian está mais definida. Antes do confronto, ele acabou cortado por uma tendinite no posterior da coxa direita. Vale lembrar que o camisa 10 também trata de uma lesão no ombro, adquirida alguns jogos atrás. Diante disso, o jogador também virou dúvida para a série de jogos subsequentes.

Com a ausência dele, Vítor Pereira precisou modificar sua ideia inicial de escalação, colocando Adson de um lado e Gustavo Silva de outro, com Yuri Alberto na referência. Róger Guedes foi colocado apenas no segundo tempo, no lugar de Adson, e acabou indo bem, a única esperança de gols do clube após o 2 a 0 contrário no placar.

VP indicou preocupação em relação ao setor ofensivo do Corinthians, que teve problemas contra o Rubro-Negro, contra quem a equipe joga novamente, na próxima terça, no Maracanã.

"O Willian poderia nos dar hoje (terça) um extra, algo a mais, estamos com dificuldades na frente. Adson hoje sentiu qualquer coisa, não sei. Gustavo veio de 90 minutos há três dias, teve dificuldade de recuperar. As soluções para frente, para jogar com externos… Tínhamos o Giovane para jogar como externo, a única solução, e tínhamos o Róger, que pode jogar como externo, mas como externo, na minha opinião, não defende o corredor como acho que tem que ser defendido", iniciou o técnico.

"Portanto, o que tivemos que fazer? Passamos o Yuri no corredor e deixamos o Róger mais centralizado, que entrou bem no jogo. O Yuri como externo não consegue dar o que queremos. Quer dizer, estamos curtos (no elenco), não há dúvida nenhuma", finalizou.

Vale lembrar que, no Departamento Médico, ainda estão Renato Augusto (em fase de condicionamento após lesão no músculo solear - pode voltar a atuar em breve), Bruno Melo (virose) e Carlos Miguel (covid-19). Júnior Moraes não vem sendo relacionado por problemas de saúde também.

Antes de enfrentar o Fla, no Rio de Janeiro, na terça-feira, o Timão entra em campo neste sábado, a partir das 19h (de Brasília), para enfrentar o Avaí, na Ressacada, em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade