0

Corinthians recebe três sondagens por Araos, que deve ficar no Brasil

9 mai 2019
06h02
atualizado às 11h43
  • separator
  • comentários

O meio-campista Ángelo Araos tem saída iminente do Corinthians e a situação já motivou contato de alguns do Brasil. Segundo apurou a Gazeta Esportiva, três equipes da Série A fizeram contato com o Alvinegro para saber quais as cances de contar com o atleta para o restante da temporada. Até o momento, porém, nenhuma delas fez proposta oficial pelo empréstimo.

"A diretoria e a gente temos conversado para saber qual vai ser o melhor caminho", comentou o técnico Fábio Carille. O Fluminense pediu informações sobre o jogador, assim como a Chapecoense. Até o momento, porém, não houve avanço. Nenhuma das partes considera sequer que haja uma negociação aberta.

Na avaliação da diretoria, não há chance de cedê-lo a um time que não jogue na elite do futebol nacional. Como não jogou a Copa do Brasil, por exemplo, o chileno pode defender qualquer equipe que ainda estiver viva no torneio mata-mata.

Com dificuldades de adaptação e estilo introspectivo, Araos é visto como um jogador que não conseguirá desempenhar todo o seu potencial enquanto não se sentir adaptado ao Brasil. Por isso, a ideia da diretoria é cedê-lo a algum time do território nacional. Em 2019, ele atuou em apenas duas oportunidades, ambas pelo Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta, na Arena, e o Novorizontino, fora.

Com contrato de empréstimo válido até o meio deste ano, Araos já tem um acerto definido entre os clubes por 100% dos seus direitos econômicos no valor de 4,5 milhões de dólares (aproximadamente R$ 18 mlhões). O investimento é o maior da atual diretoria e é o principal motivo de o tema ser tratado com delicadeza pela cúpula, preocupada em não abalar o valor de um ativo do clube.

Como os outros campeonatos nacionais sul-americanos já estão parados e só serão retomados no próximo semestre, qualquer possível saída para o exterior seria negociada entre junho e julho, durante a Copa América. No mercado nacional, também não há grandes problemas: como só há mais seis jogos do Brasileiro até a interrupção, é impossível ele chegar ao sétimo jogo no torneio pelo Timão, limite máximo para que atletas possam defender mais de uma equipe.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade