0

Corinthians nega que tenha ligação com Recuperação Judicial da Odebrecht

19 jun 2019
13h13
atualizado às 13h13
  • separator
  • 0
  • comentários

Arena é o ativo mais valioso da Odebrecht, que vive situação delicada (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Corinthians voltou a ser alvo de polêmicas envolvendo a construção da Arena. Dessa vez, o episódio é o pedido de Recuperação Judicial apresentado pela Odebrecht na última segunda-feira. Isso porque o Corinthians ainda possui dívidas junto à empreiteira contraídas na construção do estádio, que é o ativo mais valioso da empresa que vive hoje uma situação de apuros.

Para construir a Arena, o Odebrecht pegou um empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) no valor de mais de um bilhão de reais. Apesar do financiamento público, o estádio é de propriedade do Corinthians, que tem pagado parcelas mensais à construtora.

Mesmo direcionando toda a receita da bilheteria dos jogos para o pagamento da dívida, o Timão não consegue transferir um valor suficiente para cobrir os débitos que a Odebrecht tem com os bancos que financiaram a construção do estádio.

O clube posicionou-se em nota oficial nesta quarta-feira garantindo que não tem relação com o restante das dívidas que levaram a empresa a pedir Recuperação Judicial, ressaltando que seu único compromisso é com o pagamento do financiamento contraído junto ao BNDES.

Confira a nota do clube na íntegra:

"Devido aos inúmeros questionamentos que estamos recebendo em razão do pedido de Recuperação Judicial apresentado por empresas do Grupo Odebrecht, esclarecemos que o Sport Club Corinthians Paulista não tem qualquer relação com o mesmo. A responsabilidade do Clube se restringe ao financiamento contraído junto ao BNDES para a construção da Arena Corinthians, repassado por intermédio da Caixa Econômica Federal, não se estendendo a outras dívidas que tenham sido assumidas por empresas do Grupo perante referida instituição financeira".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade