PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Corinthians não terá Cássio como titular pela primeira vez em quase seis meses; relembre a última

Ao todo, goleiro teve uma sequência de 35 partidas sem desfalcar o Timão e será baixa diante da Chapecoense. Última vez que isso aconteceu foi na fase de grupos do Paulistão

28 out 2021 07h04
| atualizado às 07h04
ver comentários
Publicidade

O Corinthians terá uma mudança incomum no time titular na próxima rodada do Brasileirão-2021. Isso porque Cássio, suspenso pelo terceiro amarelo, não poderá enfrentar a Chapecoense, na segunda-feira, na Neo Química Arena. O fato é tão raro, que a última vez que o ídolo desfalcou o Timão foi há quase seis meses, ainda pelo Campeonato Paulista, e muita coisa mudou de lá para cá.

Cássio vai desfalcar o Corinthians diante da Chapecoense, na próxima segunda (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Cássio vai desfalcar o Corinthians diante da Chapecoense, na próxima segunda (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

TABELA

GALERIA

Classificado para a fase seguinte do estadual, o então técnico Vagner Mancini decidiu poupar titulares diante do Novorizontino, no dia 9 de maio deste ano. Era a última rodada da fase de grupos da competição e o jogo das quartas de final já estava marcado para dois dias depois, por isso a opção por preservar os principais nomes, entre eles o goleiro Cássio, que deu lugar a Matheus Donelli.

Naquele dia, o Corinthians entrou em campo com: Matheus Donelli; Mandaca, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Camacho e Roni; Gustavo Silva, Mateus Vital e Gabriel Pereira; Jô. Além deles, Léo Santos, Matheus Araújo, Adson, Léo Natel e Felipe Augusto entraram durante a partida na Neo Química Arena. Desses jogadores, quatro não estão mais no clube e três voltaram para a base. Com gols de Fábio Santos, cobrando pênalti, e de Mandaca, o Alvinegro venceu.

Alguns dias depois, em 26 de maio, diante do River Plate-PAR, pela Copa Sul-Americana, Cássio foi titular do Timão, mas acabou sendo substituído no intervalo após sentir dores musculares. Matheus Donelli foi o escolhido para entrar em campo e desde então nenhum outro goleiro ocupou a função. Ao todo, foram 35 partidas seguidas com o camisa sendo titular corintiana.

Muita coisa mudou no período. O Corinthians foi eliminado na semifinal do Paulistão pelo Palmeiras e da Sul-Americana após não passar da fase de grupos. Além disso, o técnico foi trocado e Sylvinho assumiu as funções. Sem contar as inúmeras mudanças no elenco, que passou por reformulação com saída de quase dez jogadores como Otero, Mateus Vital, Ramiro e Jemerson.

Na mesma esteira, a diretoria trouxe quatro grandes reforços para fortalecer o grupo: Giuliano, Renato Augusto, Róger Guedes e Willian. Todos já estrearam e já mostraram que poderão fazer a diferença. Mas também nesse período a equipe oscilou demais e não vive um bom momento no Brasileirão, competição na qual conseguiu uma boa arrancada para brigar por vaga na Libertadores.

Para o jogo contra a Chapecoense, na próxima segunda-feira, na Neo Química Arena, Matheus Donelli deve ser novamente o substituto de Cássio, que vem sendo alvo de algumas críticas por parte da torcida corintiana. Mesmo assim, ele retornará no compromisso seguinte do Timão, provavelmente para outra longa sequência na titularidade, que apenas será interrompida por desfalque.

Lance!
Publicidade
Publicidade