0

Corinthians liga alerta para não repetir erros do São Paulo contra o Mirassol

1 ago 2020
06h13
atualizado às 06h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Corinthians encara o Mirassol pela semifinal do Campeonato Paulista, e o discurso no clube para conquistar uma vaga na final do torneio é claro: atenção completa e não subestimar o adversário do interior paulista. O Timão precisa ficar de olho para não cometer os mesmos erros que o São Paulo teve nas quartas de final, quando foi eliminado para o time de Ricardo Catalá.

Na última sexta-feira, o centroavante Jô, que reestreou com gol na partida contra o Red Bull Bragantino, pontuou que o Mirassol deve oferecer perigo, destacando o desempenho contra o São Paulo.

"É um confronto sempre difícil. Se trata de uma semifinal de Campeonato Paulista, e o Mirassol não chegou de paraquedas. Fez por merecer por toda a competição e fizeram um jogo muito bom contra o São Paulo e estão em uma semifinal. Então temos que tratar o Mirassol com todo o respeito", declarou.

Para isso, um dos erros que o Corinthians não pode cometer é demorar para ser incisivo no ataque. O São Paulo, por exemplo, precisou tomar os dois gols para chegar com mais perigo na área adversária, até empatar. Por outro lado, foi com um gol logo aos 30 segundos de jogo que o Timão saiu na frente do Red Bull Bragantino, nas quartas de final.

Com isso em mente, Jô quer que a equipe mantenha a imposição de jogo que teve na última quinta-feira. Mesmo com menos posse de bola, o Corinthians teve o jogo sob controle e chegou com perigo no ataque em boas oportunidades.

"Vai haver um respeito sim, mas teremos a nossa imposição (de jogo), nós temos as nossas estratégias, o nosso modo de jogo, então a gente vai para mais um jogo decisivo. Sabemos que no jogo único não podem haver erros, então vamos conscientes de que será um jogo muito difícil", analisou o centroavante.

Por fim, mais um fator decisivo para o Timão será a atenção máxima nas bolas paradas. Foi num erro da marcação do São Paulo em cobrança de escanteio, que o Mirassol abriu o placar no Morumbi. E foi também em um tiro de canto que o Corinthians fechou a sua vitória contra o Red Bull Bragantino, com o gol de Jô.

Este fundamento, aliás, foi fundamental para todos os classificados nas quartas de final. O Palmeiras abriu o marcador na vitória sobre o Santo André com o gol de Felipe Melo, também depois de um escanteio. De maneira semelhante, Bruno Rodrigues anotou o tento que iniciou a virada da Ponte Preta sobre o Santos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade