PUBLICIDADE
Logo do Corinthians

Corinthians

Favoritar Time

Corinthians goleia São Paulo e é campeão do Paulistão Feminino-2023

26 nov 2023 - 12h40
(atualizado às 13h52)
Compartilhar
Exibir comentários

As brabas do Corinthians são as campeãs do Paulistão Feminino-2023. Na manhã deste domingo (26/11), na Neo Química lotada, pela volta da final do Estadual, golearam as são-paulinas por 4 a 1 . Com isso, inverteram a desvantagem, pois o placar da ida tinha sido 2 a 1. Assim levam o caneco pela quarta vez, recuperando a hegemonia que haviam perdido para o Palmeiras em 2022. Este foi o quarto Paulistão que as corintianas ganharam. Elas foram campeãs em 2019, 2020 e 2021.  Já o São Paulo buscava o terceiro título e um fim de jejum, pois venceu em 1997 e 1999.

Jaque, no primeiro tempo, e Tarciane, no início da etapa final, abriram 2 a 0 para as corintianas. Dudinha, pouco depois de entrar, fez um gol sensacional para o São Paulo. Mas a artilheira Vic Albuquerque fez o terceiro gol. Jhenifer definiu a goleada que encerra a temporada perfeita do Corinthians no Feminino: Campeão Paulista, Brasileiro, da Supercopa e da Libertadores.

Tarciane celebra o seu gol, o segundo do Corinthians sobre o São Paulo. Triunfo por 4 a 1 valeu o caneco do Paulistão-2023 –
Tarciane celebra o seu gol, o segundo do Corinthians sobre o São Paulo. Triunfo por 4 a 1 valeu o caneco do Paulistão-2023 –
Foto:   Divulgação Corinthians / Jogada10

Corinthians muito melhor no primeiro tempo

Só deu Corinthians no primeiro tempo. Envolvente no ataque, criou uma série de oportunidades. Vic Albuquerque teve uma finalização que Letícia Alves tirou na linha e outra que foi no travessão, além de vários outros lances de perigo. O São Paulo dependia de lances de Rafa Mineira pela esquerda para levar perigo para a goleira Lelê.  Aos 38, veio o gol quando Jaque escorou cruzamento para fazer, de cabeça, 1 a 0.

São Paulo reage. Mas as Brabas levam o caneco

O São Paulo voltou com Dani Silva na vaga de Fê Palermo e com mais ímpeto ofensivo. Tanto que antes dos dois minutos foi duas vezes ao ataque e quase marcou numa cabeçada de Melissa, com Tarciane salvando em cima da linha. Mas um chutaço de Vic Albuquerque no travessão, aos cinco, fez o São Paulo recuar. Afinal, perder por um gol levaria a decisão aos pênaltis. Mas, por dois gols,  o caneco seria do Timão. Contudo, aos oito, não teve jeito. Gabi Portilho cruzou e Tarciane fez 2 a 0, de cabeça. O técnico Thiago Viana tentou mudar o rumo do jogo e colocou a atacante Dudinha em campo. Na primeira bola que ela pegou, aos 17, mandou de fora da área. Um golaço que poderia recolocar o time no jogo.

Porém, dois minutos depois, Vic Albuquerque, pegando uma sobra, fez o terceiro gol das Brabas. Isso esfriou as são-paulinas, que ainda viram Jhenifer, segundos depois de entrar em campo, aos 29, ampliar o placar para o Corinthians. Na reta final, com as muitas alterações (sete do Corinthians e seis do São Paulo) o jogo perdeu em intensidade. Mas tudo já estava definido. Corinthians campeão.

Corintianas vibram ao levantar a taça do Paulistão feminino  – Foto Ag. Paulistão/Centauro
Corintianas vibram ao levantar a taça do Paulistão feminino – Foto Ag. Paulistão/Centauro
Foto: Jogada10

CORINTHIANS 4×1 SÃO PAULO

Final do Paulistão feminino-2023 (jogo de volta)

Data: 25/11/2023

Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)

Público presente: 40.235

CORINTHIANS: Lelê; Katiuscia (Paulinha, 38'/2ºT), Tarciane (Yasmim, 20'/2ºT), Tamires e Mariza (Andreza Pereira, 20'/2ºT); Diany (Juliana Ferreira, 29'/2ºT), Gabi Zanotti (Fernandinha, 37'/2ºT) e Gabi Portilho; Vic Albuquerque (Duda Sampaio, 29'/2ºT), Jaque Ribeiro e Millene (Jhenifer, 29'/2ºT). Técnico: Rodrigo Iglesias

SÃO PAULO: Carlinha; Letícia Alves, Ana Alice, Mimi (Pardal, 37'/2ºT)  e Fê Palermo (Dani Silva, Intervalo); Melissa, Robinha (Isabelle, 37'/2ºT) , Aline Milene (Vivian, 37'/2ºT) e Rafa Mineira (Dudinha, 15'/2ºT); Ariel (Glaucia, 15'/2ºT) e Mariana Santos. Técnico: Thiago Viana

Gols: Jaque Ribeiro, 38'/1ºT (1-0); Tarciane, 8'/2ºT (2-0); Dudinha, 17'/2ºT (2-1); Vic Albuquerque, 19'/2ºT (3-1); Jhenifer, 29'/2ºT (4-1)

Árbitro: Edina Alves Batista

Auxiliares: Fabrini Bevilaqua Costa e Leandra Aires Cossette.

VAR: Daiane Muniz dos Santos

Cartões amarelos: Tarciane, Mariza, Vic Albuquerque (COR)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade